BMW: falha de segurança deixa 2,2 milhões de carros vulneráveis a hackers

A BMW confirmou recentemente que cerca de 2,2 milhões de veículos de sua linha estão vulneráveis à ação de hackers por conta de uma falha de segurança. Conforme explica a marca, o defeito afeta modelos equipados com o sistema ConnectedDrive e abre caminho para que os piratas virtuais alterem diversas funções do carro. A invasão acontece através do cartão SIM (semelhante ao dos celulares) usado para acesso à internet e identificação dos usuários.
BMW: falha de segurança deixa 2,2 milhões de carros vulneráveis a hackers
Após invadirem o sistema, os hackers podem destravar as portas dos veículos, alterar funções do sistema de entretenimento e até mesmo regular o ar-condicionado. Estão envolvidos modelos produzidos entre março de 2010 e dezembro de 2014, afetando boa parte da linha Mini Cooper, carros da própria BMW (incluindo o elétrico i3) e até mesmo os luxuosos Rolls-Royce. Para solucionar o problema, a marca diz que prepara uma atualização automática para o equipamento.

Seja parte de algo grande