Fiat terá portfólio dividido entre carros "racionais" e "emocionais"

Em entrevista concedida nesta semana à revista britânica Autocar, o diretor da Fiat na Europa, Luca Napolitano, falou sobre os planos da marca e deu detalhes a respeito da nova estratégia de posicionamento que será implementada em breve. Segundo o executivo, dentro de poucos anos o line-up da fabricante será divido em dois grupos com atuações distintas no mercado. O primeiro será formado por modelos descritos como "racionais", e o outro por carros com perfil mais "emocional".
Fiat terá portfólio dividido entre carros "racionais" e "emocionais"
O primeiro grupo, explica a publicação, incluirá modelos convencionais e de proposta mais popular, como o Panda e o sedã Aegea. Será uma linha guiada por funcionalidade e boa relação custo-benefício. No outro extremo, os veículos descritos como emocionais serão basicamente todos da família 500, como o 500L, o 500X, o hatch sucessor do Punto e o próprio compacto "fundador" da prole.
Fiat terá portfólio dividido entre carros "racionais" e "emocionais"
Detalhes sobre o tipo de comercialização da nova linha ainda são mantidos sob sigilo, mas internamente há rumores de que as concessionárias possam ser divididas em áreas distintas, com estilo único e cores exclusivas para cada espaço.

Seja parte de algo grande