Em queda de 20%, Brasil fecha 1º semestre em 7º nas vendas globais

O Brasil registrou o pior desempenho na comparação com 2014 dentre os dez maiores mercados globais no 1º semestre deste ano. Com 1.269.855 veículos novos registrados, o país teve uma retração de 19,8%. Além do Brasil, apenas o Japão (2.640.305), terceiro maior mercado, também perdeu espaço (-11,2%).
Em queda de 20%, Brasil fecha 1º semestre em 7º nas vendas globais
Mesmo sem contar com as vendas de veículos comerciais – todos os demais contabilizam carros e comerciais leves -, a China (10.768.825) manteve a primeira posição, com crescimento de 6,1%. Em alta de 4,4%, os EUA (8.524.036) vieram em seguida.
Em queda de 20%, Brasil fecha 1º semestre em 7º nas vendas globais
Mostrando a recuperação do mercado no continente europeu, a Alemanha emplacou 1.730.953 unidades, 5,3% a mais do que há um ano, e se manteve na quarta posição, à frente da Grã-Bretanha (1.563.293), que avançou ainda mais (+8,4%).
Em queda de 20%, Brasil fecha 1º semestre em 7º nas vendas globais
Trocando de posição com o Brasil, a Índia subiu para a sexta posição graças aos 1.502.500 veículos vendidos, 3,9% acima de 2014, com a França (1.208.638, +5,3%), oitava, reduzindo para pouco mais de 60 mil unidades uma vantagem do nosso país superior a 400 mil há um ano.
Em queda de 20%, Brasil fecha 1º semestre em 7º nas vendas globais
Responsável pelo maior crescimento (+14,4%), a Itália (935.224) veio em seguida, com o Canadá (933.371, +2,6%) completando o top 10. Em 12º lugar, a Rússia (770.158), sofrendo com a desvalorização de sua moeda, foi quem mais perdeu espaço, com retração de 37,4%. Fonte: JATO Dynamics

Seja parte de algo grande