Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016

O ano de 2016 não será nada fácil para o mercado automotivo nacional em termos de vendas. A própria Anfavea, associação que reúne as principais montadoras, já divulgou que espera uma retração de 7,5% nos licenciamentos de autoveículos na comparação com 2015, que já foi um ano ruim. No campo dos lançamentos, no entanto, o ano que se incia promete ser bastante agitado, culminando com a realização do Salão do Automóvel em novembro. Se o ano passado foi dos crossovers, 2016 será mais diversificado: terá picapes, hatches populares, sedãs médios e, claro, também os "jipinhos". Como a lista é muito extensa (serão mais 60 lançamentos previstos), optamos por escolher as 10 novidades mais quentes do ano e apresentá-las de forma mais contundente. Vire as páginas e confira!
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Chevrolet Cruze O que é? Segunda geração do sedã começa a ser produzida na Argentina em fevereiro e, espera-se, deve trazer todo o conteúdo tecnológico já oferecido no modelo norte-americano. Motor 1.4 turbo (155 cv e 25 kgfm) e câmbio automatizado de dupla embreagem e sete marchas estão no pacote. Além disso, o interior ganhou nova central multimídia com tela de 8" para a terceira geração do MyLink, com Apple Car Play e Android Auto. Com nova plataforma e entre-eixos de 2,70 m, também oferecerá maior espaço que o modelo atual. Quando chega? Se a produção no país vizinho começa mês que vem, as vendas por aqui devem ter início ainda no primeiro semestre. Modelo já roda em testes no Brasil desde o ano passado. Versão hatch deve pintar no Salão de São Paulo, em novembro. Por que vale esperar? Pelas novidades previstas, promete evoluir em dirigibilidade e conforto, além de ostentar um belo design. Tem tudo para fazer frente ao novo Civic e entrar finalmente na disputa com o Corolla pela liderança de vendas do segmento.
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Fiat Toro O que é? Primeira picape de porte médio da Fiat, foi desenvolvida sobre a base do Jeep Renegade. Usará uma nova versão do motor 1.8 E.torQ nas versões de entrada 4x2, com cerca de 140 cv e 20 kgfm, sempre atrelado ao câmbio automático de seis marchas. Nos modelos com motor 2.0 turbodiesel (170 cv e 35,7 kgfm), terá câmbio manual de seis marchas nas versões 4x2 e automático de nove marchas (com a primeira reduzida) nas 4x4. Capacidade de carga será de até 1 tonelada nos modelos a diesel. Por dentro, compartilha muitas peças com o Renegade, mas tem painel de plástico rígido. Versão Volcano, topo de linha, virá com ar digital, central multimídia UConnect, rodas aro 17", luzes diurnas de LED, bancos de couro, partida por botão e rack no teto. Controle de estabilidade será standard em todos os modelos, bem como a tampa traseira que abre lateralmente em duas folhas. Quando chega? Tem lançamento previsto para a segunda quinzena de fevereiro, com preços estimados de R$ 75 mil (versão 1.8 flex básica) a R$ 115 mil (versão Volcano 2.0 TD 4x4). Por que vale esperar? Promete espaço e motorização a diesel que hoje só as grandes têm, mas com dirigibilidade bem superior devido à carroceria monobloco e tamanho mais contido para uso urbano. Segundo a Fiat, será também uma opção mais versátil aos SUVs médios, sendo por isso chamada pelo marketing de "SUP" - Sport Utility Pickup.
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Fiat Mobi O que é? Mais uma aposta da Fiat no segmento de compactos, o futuro modelo de entrada da marca terá dimensões muito próximas às do velho Mille. Plataforma deriva do Uno 327, mas com novos métodos de construção para maior resistência a impactos e redução de peso. Compartilhará diversos componentes com o Uno, mas terá acabamento mais simples e a exclusiva tampa traseira de vidro. Será lançado com motor 1.0 Fire atual, recalibrado, para em 2017 ganhar o novo propulsor 1.0 GSE que vai estrear no Uno no fim de 2016. Substituto do Uno Vivace, conviverá por um tempo com o Palio Fire, tendo preço de partida previsto abaixo dos R$ 30 mil. As projeções desta página, publicadas pela revista Motor Show, são as mais fiéis até agora, segundo uma fonte ligada à Fiat. Quando chega? Se não houver atrasos (a Toro era para o fim de 2015), deverá ser lançado em meados do ano. No Salão do Automóvel, deverá aparecer na versão aventureira Way, com suspensão elevada e visual mais parrudo. Por que vale esperar? Quem já andou no carrinho diz que o conjunto ficou interessante: leve, ágil e muito econômico. O nome Mobi será mote do modelo, ou seja, um compacto para melhorar sua mobilidade em uso urbano.
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Hyundai ix25/Creta O que é? Mais um rival para HR-V, Renegade e cia, o SUV feito sobre a plataforma do HB20 será destaque da Hyundai no Salão de São Paulo. Equipado com o mesmo conjunto mecânico já conhecido da linha HB, terá motor 1.6 flex de 128 cv e câmbio manual ou automático, sempre de seis marchas, com tração dianteira. Além do estilo típico da marca coreana, com vincos bem definidos, o novo "jipinho" promete construção caprichada e amplo espaço. Quando chega? As vendas deverão começar após o Salão, que acontecerá em novembro. Apenas versões 1.6 estão cotadas para o início da comercialização. Por que vale esperar? Terá as conhecidas virtudes do HB20 em uma embalagem mais espaçosa e com formato SUV que tanto agrada aos brasileiros. Por ter motor 1.6 e câmbio manual, espera-se preço de partida mais baixo que o do HR-V. Nas avaliações feitas no exterior, o modelo agradou também pelo comportamento dinâmico, chegando a ser considerado um dos melhores Hyundais neste aspecto. A conferir.
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Honda Civic O que é? A décima geração do Civic promete reviver o "boom" causado com a chegada do New Civic, em 2006, com o modelo apostando num design arrojado e mais esportivo para se diferenciar do arquirrival (e comportado) Corolla. Terá gama bem definida em dois alvos, com as versões de entrada e intermediária recebendo o motor 2.0 FlexOne (o 1.8 deixará de ser oferecido) com a nova transmissão automática CVT no lugar da atual A/T de cinco marchas. Já a novíssima versão 1.5 turbo virá inicialmente somente a gasolina e com pacote mais recheado de equipamentos para brigar, segundo ouvimos, até com o Audi A3 Sedan nacional. Quando chega? Cotado para o começo do segundo semestre, já com a gama completa. Mais tarde, é esperada a importação do novo Si cupê, que receberá motor 2.0 turbo de 230 cv. Por que vale esperar? Maior, mais espaçoso e com a dirigibilidade mais afiada, o Civic deve voltar com tudo à briga pela liderança do segmento. Motor 1.5 turbo com 174 cv será aposta na disputa no andar de cima, bem como uma lista de equipamentos surpreendentemente ampla para um Honda nacional. Design arrojado também deve ser argumento de vendas.
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Jeep Compass (551) O que é? Irmão maior do Renegade, o futuro Jeep nacional compartilhará muitos elementos com a picape Fiat Toro - inclusive o design lateral. Projeto global conhecido até então pelo código Jeep 551, terá como missão substituir os modelos Compass e Patriot mundo afora. Será revelado em março durante o Salão de New York (EUA) e aqui durante o Salão de São Paulo, em novembro. Terá versões flex 4x2, com motor 2.0 Tigershark e câmbio automático de seis marchas, e diesel 4x4, com propulsor 2.0 Multijet do Renegade e câmbio automático de nove marchas. Quando chega? Após a apresentação no Salão de SP, deverá desembarcar nas lojas até o fim do ano. Por que vale esperar? Será opção maior e mais espaçosa ao Renegade, além de apostar num design diferente, com linhas mais retas inspiradas no Grand Cherokee. Novo motor 2.0 flex também será argumento de vendas, bem como o preço que deverá ficar na faixa dos R$ 100 mil para a versão de entrada.
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Nissan Kicks O que é? Novo crossover compacto global da Nissan, é a aposta mais forte da marca no Brasil até agora. Tanto que o modelo será lançado primeiro em nosso mercado, durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro, para só depois ser ofertado em outros países. Feito sobre a plataforma da dupla March/Versa, terá motor 1.6 flex, tração dianteira e opção de câmbio manual ou automático do tipo CVT. Espaço interno e porta-malas amplo são esperados. Quando chega? Fabricado na planta de Resende (RJ), começa a ser feito em breve para estrear em agosto, com maciça aparição nos Jogos Olímpicos, evento do qual a Nissan é um dos principais patrocinadores. Por que vale esperar? Será o primeiro Nissan do Brasil a ostentar a nova filosofia de design da marca, muito mais atraente que a atual. Quem já viu o carro final garante que as mudanças em relação ao conceito destas fotos é bem pequena. Além disso, o Kicks promete surpreender no preço, que pode ficar abaixo do EcoSport e distante do HR-V.
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Renault Captur O que é? Versão alongada do Captur europeu, que chegou a ser cotado para o Brasil, será fabricada em São José dos Pinhais (PR) para abastecer o mercado local e parte do Mercosul. Usando a plataforma da Oroch, com suspensão independente nas quatro rodas, o modelo terá motor 2.0, tração dianteira e possivelmente câmbio automático CVT (semelhante ao do Fluence). Essa base já conhecida permitirá amortizar os custos, mas o estilo e o acabamento interno serão mais "Renault" do que "Dacia", garante um informante, se apoiando no carro europeu. Quando chega? Os flagras desta página ainda foram feitos na Europa, mas a produção no Brasil deverá começar no primeiro semestre, com lançamento previsto para meados do ano. Por que vale esperar? Se o Duster agrada pelo porte e espaço, o Captur acrescentará estilo, acabamento e equipamentos nesta receita - obviamente com preços maiores, que deverão ficar na faixa dos R$ 85/90 mil.
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Renault Kwid O que é? Substituto do Clio como carro de entrada da Renault no Brasil, deverá rivalizar com o Fiat Mobi na faixa dos R$ 30 mil no modelo de partida. Já lançado na Índia, tem construção simples e robusta, com design levemente inspirado no Sandero e altura livre do solo elevada. Por aqui, possivelmente usará o motor 1.0 3-cilindros do March, emprestado pela parceira Nissan. Com baixo peso, promete bom desempenho e baixíssimo consumo. Acabamento será popular, mas com quadro de instrumentos digital. Economias do modelo indiano, como rodas com três furos e limpador único na dianteira, podem ser alteradas no carro nacional. Quando chega? Segundo semestre, como provável atração da Renault no Salão de São Paulo. Por que vale esperar? Tem atributos que costumam ser bem-vindos no Brasil, como estilo "aventureiro", suspensão elevada, bom espaço (para um compacto) e baixo consumo. Fora isso, pode surpreender no preço.
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016
VW Golf O que é? Finalmente o Golf voltará a ser nacional, com a fabricação em São José dos Pinhais (PR) ao lado do Audi A3 Sedan já lançado. Terá versões 1.6 16V (120 cv), 1.4 Turboflex (150 cv) e GTI 2.0 turbo (220 cv), sendo as duas primeiras com suspensão traseira por eixo de torção e câmbio automático Tiptronic de seis marchas (manual de cinco só no 1.6). Multilink na traseira e transmissão DSG de dupla embreagem serão exclusivas do GTI. Quando chega? Antes previsto para o fim de 2015, trocou de lugar com o A3 e ficou para fevereiro, se não houver mais atrasos. Por que vale esperar? Assim como o A3 nacional, deverá manter o elevado padrão de construção e acabamento do modelo importado, com a novidade do motor flex para a versão 1.4 turbo. Já as versões 1.6 aspiradas prometem trazer o preço dos Golf mais para baixo, na faixa dos R$ 70 mil iniciais.
Especial: Veja os 10 principais lançamentos esperados para 2016

Seja parte de algo grande