Flagra: picape Fiat finaliza os testes de rodagem para o lançamento

Nossos leitores de Pernambuco andam atentos com a movimentação dos protótipos da nova picape da Fiat em testes. Já produzido na fábrica de Goiana em unidades VP (validação de produção), o modelo roda em testes finais, ainda disfarçados, se preparando para o lançamento previsto para dezembro. É o que mostram essas fotos da leitora Suzana Pessôa e do leitor José Antônio Leite.
Flagra: picape Fiat finaliza os testes de rodagem para o lançamento
Os protótipos, já com a carroceria final, mostram que a dianteira será bem alta e imponente, trazendo conjunto óptico em duas partes, semelhante ao do Jeep Cherokee, tendo o capô um ressalto onde ficará o logotipo da Fiat. As rodas são as mesmas usadas pelo Jeep Renegade, tanto as de aço da versão de entrada quanto as de liga pintadas de preto das versões mais caras. Como se sabe, a plataforma da picape (projeto 226) deriva do Renegade, mas apenas na parte dianteira. “Da coluna central para trás é tudo novo”, conta um informante.
Flagra: picape Fiat finaliza os testes de rodagem para o lançamento
Desafio foi acertar a suspensão traseira independente para aguentar peso. Nas versões a diesel, a picape terá capacidade para 1 tonelada de carga. E isso com muito mais conforto do que as picapes maiores, como S10 e Ranger. “Além de ser bem mais macia, sem aquele pula-pula típico do eixo rígido traseiro, a 226 faz curvas praticamente como um carro de passeio, enquanto as rivais balançam e escapam de traseira”, compara um piloto de testes que andou nas três picapes durante o desenvolvimento da Fiat.
Flagra: picape Fiat finaliza os testes de rodagem para o lançamento
O comportamento, digamos, mais amigável, vem também da configuração de tração dianteira – inédita em picapes médias. A 226 será, na verdade, um meio caminho entre as picapes compactas (derivadas de carros de passeio, como a Strada) e as médias (que ainda usam chassi em separado, como Ranger, S10, Hilux e L200). O modelo da Fiat terá comprimento na casa dos 5 metros e tampa da caçamba com abertura dividida, para os lados, além de ter um extensor de caçamba embutido.
Flagra: picape Fiat finaliza os testes de rodagem para o lançamento
Os motores serão os mesmos do Renegade, mas não haverá câmbio automático para a versão 1.8 – se o Jeep já fica devendo em desempenho, imagine uma picape maior e mais pesada? Com isso, os 132 cv e 19,1 kgfm do E.torQ 1.8 serão comandados somente pelo câmbio manual de cinco marchas na picape, com tração dianteira. Já as versões mais caras terão o propulsor turbodiesel 2.0 Multijet de 170 cv e 35,7 kgfm, com câmbio manual de seis marchas (derivado do usado no Bravo T-Jet) e tração 4x2 ou transmissão automática de nove marchas e tração 4x4.
Flagra: picape Fiat finaliza os testes de rodagem para o lançamento
A foto mais reveladora até agora permanece sendo a do site carscoops (abaixo), que parece ter vindo da própria fábrica da FCA. A imagem mostra praticamente toda a lateral da picape, com as bordas das caixas roda protegidas por plástico e as lanternas esticadas para os lados. Os preços ficarão numa faixa de R$ 70 mil a R$ 120 mil, tendo como principal concorrente a Renault Duster Oroch, que será lançada no fim de setembro.
Flagra: picape Fiat finaliza os testes de rodagem para o lançamento
Agradecemos aos nossos leitores pelos flagras e deixamos o canal aberto para você também enviar suas imagens. Fotografou algum carro diferente ou que está para ser lançado, camuflado ou limpo? Mande para contato@carplace.com.br!

Flagra: picape Fiat 226

Seja parte de algo grande