Próximo Wrangler terá inéditos motores turbo, mas manterá eixos rígidos

Após meses discutindo e fazendo análises com a equipe de engenharia, a Jeep decidiu manter os tradicionais eixos rígidos na próxima geração do Wrangler. Em entrevista concedida recentemente à agência de notícias Automotive News, um porta-voz da marca confirmou que o jipão, de fato, manterá a configuração. O sistema é consideravelmente pesado para os novos padrões que a empresa planeja implementar no modelo, mas são imprescindíveis para a performance off-road.
Próximo Wrangler terá inéditos motores turbo, mas manterá eixos rígidos
Dessa forma, o próximo Wrangler apostará no uso maciço de alumínio na carroceria para compensar o peso extra dos eixos tradicionais. Combinado a isso, a Jeep promete avanços significativos em termos de aerodinâmica e resultados positivos no quesito eficiência energética. Motores turbo a gasolina, inclusive, serão oferecidos pela primeira vez como alternativa ao atual 3.6 V6 aspirado, que poderá seguir em linha apenas em versões específicas. O lançamento deve acontecer em 2017 ou, no máximo, início de 2018.

Seja parte de algo grande