Downsizing: Audi R8 e Lamborghini Huracán podem ganhar motor 2.5 de cinco cilindros

Popularizada entre compactos, médios e utilitários, a tendência global do downsizing promete agora se espalhar pelo mundo dos supercarros. Em entrevista concedida recentemente à revista norte-americana Car And Driver, Stephan Reil, chefe de engenharia da divisão Quattro, afirmou que há grandes chances de modelos como o Audi R8 e o Lamborghini Huracán ganharem inéditas versões com motor de cinco cilindros. A possibilidade, inclusive, vem sendo constantemente debatida há meses entre os executivos.
Downsizing: Audi R8 e Lamborghini Huracán podem ganhar motor 2.5 de cinco cilindros
De acordo com Reil, a discussão sobre a novidade teve início depois que a China, importante mercado para modelos do tipo, criou um novo imposto anual para veículos com base na capacidade do motor. Dessa forma, carros equipados com propulsores de até 2.0 litros são taxados em 9%, enquanto modelo acima de 4.0 litros recolhem salgados 40%. A saída buscada pela marcas é adotar um motor compacto que seja super-eficiente e mantenha a boa performance dos esportivos.
Downsizing: Audi R8 e Lamborghini Huracán podem ganhar motor 2.5 de cinco cilindros
Inicialmente, o propulsor 4.0 V8 do Audi RS7 chegou a ser cogitado, mas naturalmente recolheria mais impostos. A possibilidade maior agora recai sobre o motor 2.5 de cinco cilindros usado no TT Clubsport Turbo, reprogramado para render algo em torno de 600 cavalos e 66,2 kgfm de torque máximo.

Seja parte de algo grande