Renault é alvo de investigação sobre emissões de motores a diesel

A sede da Renault foi alvo de buscas por agentes ambientais do governo francês na semana passada. A ação teve como alvo as unidades de produção de motores, o que indica uma investigação sobre fraude com uso de software manipulador, a exemplo do Grupo Volkswagen. Após o escândalo de emissões da VW, no mês passado, o governo francês começou a fazer testes em 100 veículos diferentes, dos quais 25 da Renault, que corresponde ao percentual de participação na marca no mercado local.
Renault é alvo de investigação sobre emissões de motores a diesel
Um membro da comissão ambiental, o deputado verde Denis Baupin, disse que a Renault iria abordar na semana que vem a questão sobre como sanar as emissões acima do limite detectadas em seus carros. "O teste da Renault revelou claramente que há anomalias e não é por acaso que os investigadores sobre a fraude decidiram sondar a Renault", disse Baupin a Reuters. A Renault, por sua vez, disse que não utilizou nenhum tipo de dispositivo ilegal em seus carros, algo que será provado no decorrer da investigação. Essa notícia derrubou suas ações em até 22% por cento, com os investidores vendendo seus papéis com medo de um novo escândalo emissões.

Seja parte de algo grande