Recém-transformado, o belo Nissan Maxima quase saiu de linha em 2011

Chegando à oitava geração, o reestilizado Nissan Maxima 2016, que começará a ser vendido no próximo mês de junho nos Estados Unidos, quase saiu de linha quatro anos atrás, segundo revelou Pierre Loing, vice-presidente de planejamento de produtos norte-americano à publicação Automotive News. Loing afirmou que a marca estava prestes a cortar o Maxima em 2011, mas no fim das contas foi decidido que o modelo continuaria em linha uma vez que goza de prestígio nos EUA, sendo uma parte importante da história da marca no país. O carro foi lançado em 1981 no país norte-americano.
Recém-transformado, o belo Nissan Maxima quase saiu de linha em 2011
Quando Loing passou a fazer parte da Nissan em 2012, ele foi encarregado de preparar um novo Maxima. A montadora japonesa ficou focada em fazer plataformas globais eficientes em termos de custo. De acordo com o gerente de marketing do Maxima, o modelo começou a atrair alguns clientes que estavam muito propensos a comprar um modelo premium da BMW ou Acura.
Recém-transformado, o belo Nissan Maxima quase saiu de linha em 2011
Já o engenheiro-chefe global da empresa para a plataforma D descreveu o novo Maxima como sendo ainda mais esportivo que antes e com um aumento de recursos luxosos graças a extras como bancos em camurça e volante aquecido. A oitava geração do Maxima deve chegar às lojas dos EUA a partir de 2 de junho, com os preços começando em US$ 32.410. O modelo vem exclusivamente equipado com motor 3,5 litros V6 de 300 cv com uma recém-desenvolvida transmissão Xtronic. A produção da nova geração começou há mais de um mês na fábrica da Nissan em Smyrna, Tennessee. Galeria de fotos: 

Seja parte de algo grande

Recém-transformado, o belo Nissan Maxima quase saiu de linha em 2011

Foto de: Redação