Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016

Assim como no mercado de automóveis, as vendas de motos no Brasil deverão cair em 2016 - ou no máximo se manterem estáveis. Mas isso não vai significar falta de lançamentos, pelo contrário. Este ano ficará marcado pela entrada da BMW no segmento das street de 300 cc e da volta da Honda à categoria das bigtrail, além de ter nada menos que quatro atrações da Yamaha. Confira!  BMW G310R
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
Trazer consumidores de marcas generalistas para a BMW é a proposta da G310 R, que começa a ser feita em Manaus (AM) no segundo semestre. Com preço inicial estimado ao redor dos R$ 20 mil, a naked compacta vem equipada com motor monocilíndrico de 313 cc com duplo comando e refrigeração líquida, que gera 34 cv de potência e 2,8 kgfm de torque. Apesar descer um degrau em termos de BMW, ela mantém características de motos mais caras, como suspensão dianteira de garfos invertidos, câmbio de seis marchas, freios a disco com ABS e acabamento típico da marca alemã. Isso além do estilo inspirado na supernaked S1000R.
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
Ducati MultiStrada 1200
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
A nova geração da mítica MultiStrada chega ao Brasil em março, nas versões 1200 e 1200 S. Como novidade, a "bigmotard" italiana traz um sistema de comando variável das válvulas desmodrômicas que permite maior torque em baixa e mais potência em alta - com topo de 160 cv a 9.500 rpm. Outra estreia fica por conta do recurso "riding modes" com quatro modos de atuação (Sport, Touring, Urban e Enduro) aliado ao novo sistema de controle de estabilidade da Bosch, que mede o ângulo de inclinação, marcha engatada, velocidade e uso dos freios, entre outros fatores, para tornar a condução mais segura. A versão S vem ainda com suspensão de ajuste eletrônico que adapta a dinâmica da moto para as condições da pista e/ou de pilotagem.
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
Honda Africa Twin
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
Fora do mercado desde 1998, a Honda Africa Twin está de volta em 2016! E o melhor: com produção em Manaus (AM) já confirmada pela própria marca para o segundo semestre. Com vocação mais off-road que as rivais, a bigtrail japonesa traz motor de 998 cc com dois cilindros paralelos e ênfase no torque - são 10 kgfm de força a 6.000 rpm e 94 cv a 7.500 rpm. O câmbio é de seis marchas, podendo ser mecânico ou automatizado DCT de dupla embreagem (este não deve ser oferecido por aqui). Usa rodas aro 21" na dianteira e 18" na traseira, com 250 mm de altura livre do solo. Capacidade do tanque é de 18,8 litros, sendo o peso total da moto de 228 kg. Preços deverão ficar entre as BMW F800 GS e R1200 GS, ou seja, na faixa de R$ 50 mil.
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
Honda SH300i
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
Apresentado pela Honda como uma das atrações do Salão Duas Rodas do ano passado, o scooter SH300 tem chegada às lojas prevista para março. Irmão maior do PCX 150, o SH está equipado com motor monocilíndrico de 279,1 cm³ SOHC de 4 válvulas, arrefecimento a líquido e câmbio automático CVT. A suspensão dianteira possui garfo telescópico e a traseira, duplo amortecimento. Os freios são a disco e contam com tecnologia C-ABS (Combinado com Antitravamento), enquanto as rodas são aro 16" em liga leve. Com mimos como chave presencial e luzes de LEDs, será mais caro que o rival Dafra Citycom, hoje vendido por cerca de R$ 16 mil.
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
Triumph Street Twin/Bonneville/Thruxton
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
De olho no sucesso da Ducati com sua reinterpretação moderna da Scrambler, a Triumph desmembrou sua linha retrô em nada menos que cinco novos modelos para 2016. O destaque fica por conta da Street Twin (abaixo), que passa a ser o modelo de entrada da gama, com motor dois cilindros refrigerado a líquido e 900 cc. Já as versões Bonneville T120/T120 Black Edition (desenho clássico) e Thruxton (cafe racer) ganharam motor de 1.200 cc também bicilíndrico, mas com maior torque e potência no modelo esportivo. Todas chegarão ao Brasil neste ano, começando pela Street Twin prevista para maio.
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
Triumph Speed Triple
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
A "bignaked" inglesa chega à linha 2016 com nada menos que 104 modificações no motor tricilíndrico de 1.050 cc. A missão é entregar o torque numa curva mais linear durante a gama de rotações, bem como reduzir a emissão de poluentes - o consumo baixou em 10%, segundo a Triumph. A nova Speed Triple também recebeu acelerador eletrônico com cinco mapas de condução (Road, Rain, Sport, Track e o configurável Rider), além da embreagem deslizante para evitar travadas da roda traseira em reduções. Agora também a suspensão é totalmente ajustável, tanto nos garfos dianteiros quanto no monoamortecedor traseiro. Oferecida nas versões S e R, deve pintar por aqui no segundo semestre. Yamaha MT-09 Tracer
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
Versão crossover da MT-09, a Crosser oferece a pegada do motor tricilíndrico de 850 cc e 115 cv com o conforto da posição de pilotagem elevada, típica das trail. Pensada para viagens, ela traz banco maior e mais confortável que a naked, além de alças para o garupa e ampla proteção aerodinâmica, dada pelo para-brisa e protetores de mão. Também é equipada com controle de tração e painel mais completo, afora o tanque de combustível mais volumoso. Vendas começam em março, com preço já fixado em R$ 45.900.
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
Yamaha MT-03
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
Caçula da nova família MT, a 03 é esperada para o segundo semestre. Tendo como atrativo o design invocado das irmãs maiores, ela é basicamente a versão naked da pequena esportiva R3: motor bicilíndrico de 320 cc e 42 cv, câmbio de seis marchas, freios a disco com ABS (opcional) e rodas aro 17". A diferença fica por conta do guidão mais alto e aberto da MT-03, o que confere uma posição de pilotagem relaxada. Com preço na casa dos R$ 20 mil, vai brigar com a Kawasaki Z300 e a BMW G310R que também está chegando.
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
Yamaha R1
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
A novíssima R1 ainda nem chegou às lojas, mas já está vencendo nas pistas brasileiras: ela acaba de faturar as 500 milhas de Interlagos (SP) neste último fim-de-semana. Totalmente renovada, a R1 2016 tem agora 200 cv gerados pelo motor tetracilíndrico de 997 cc, além de câmbio de seis marchas com quick-shifter (que dispensa o uso da embreagem) e embreagem deslizante para evitar travamento da roda traseira em reduções bruscas. Pesando somente 199 kg, a esportiva ainda traz controle de tração e sistema anti-empinadas, além de um inédito controle de largada para ajudar nas corridas. Disponível nas versões R1 e R1M (de pista), estará à venda no primeiro trimestre por R$ 125.990 e R$ 169.990, respectivamente.
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
Yamaha N-Max 160
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016
A Yamaha vai entrar na briga com o Honda PCX ainda neste primeiro semestre. E o escolhido foi o N-Max 160, que traz motor monocilíndrico com comando variável, pistão forjado e cilindro com revestimento cerâmico para reduzir o atrito e aumentar a durabilidade - prometendo, assim, maior desempenho e menor consumo. Outra atração para o segmento será o freio a disco com ABS. Dispondo de rodas aro 13", tanque com 6,6 litros de capacidade e espaço para um capacete fechado embaixo do banco, o scooter tem ainda iluminação por LEDs e painel circular com tela LCD.
Especial: as 10 motos mais esperadas de 2016

Seja parte de algo grande