Renault: recall de 15 mil unidades a diesel por descumprir norma de emissões

Renault: recall de 15 mil unidades a diesel por descumprir norma de emissões
Poucos dias após a "invasão" de agentes ambientais do governo na sede da Renault, a marca francesa "se comprometeu" a realizar um recall que envolve mais de 15 mil unidades. Os veículos em questão apresentaram nível de emissões maior que o permitido pelas normas locais. Os testes de laboratório revelaram que os níveis de emissões dos motores a diesel estavam muito altos, na comparação com o uso em condições reais. Todavia, as autoridades francesas divulgaram que não foi encontrado software manipulador, como no caso da Volkswagen. A ministra francesa da Ecologia, Segolene Royal, anunciou à rádio francesa RTL que a Renault "se comprometeu a chamar para revisão um determinado número de veículos, 15.000, para verificá-los e ajustá-los para que o filtro de emissões funcione corretamente". "Os carros novos devem estar em conformidade com as normas". Ela disse ainda que outras empresas francesas tinham descumprido as normas de emissão, mas que por enquanto os nomes não seriam divulgados. Após o escândalo dieselgate, o governo francês criou uma comissão específica e começou a testar os carros de oito marcas: Renault, Peugeot-Citroën, Volkswagen, Mercedes-Benz, Ford, Opel, Toyota e BMW. Futuramente, serão avaliados os veículos da Fiat, Nissan, Volvo e Suzuki.

Seja parte de algo grande