GM vai afastar 5.500 funcionários e paralisar produção por 28 dias

O Sindicato dos Metalúrgicos da General Motos em São Caetano do Sul (SP) confirma nesta semana que uma considerável paralisação está sendo programada para os próximos dias. De acordo com a entidade, aproximadamente 5.500 funcionários de um total de 10.500 serão temporariamente dispensados e as atividades fabris serão suspensas por cerca de 28 dias. O objetivo da medida é baixar o volume de veículos produzidos e não comercializados estimado em 80 mil exemplares. Ainda segundo o sindicato, em um ritmo normal da economia a montadora levaria cerca de dois meses para emplacar todo esse montante, mas a realidade do mercado agora é outra. Na fábrica são produzidos os modelos Cruze, Montana, Cobalt e Spin. Em comunicado oficial a GM não confirmou a paralisação e disse apenas que está negociando a medida com os representantes dos funcionários.

Seja parte de algo grande