Na balança: Mazda prova que MX-5 Miata é um carro "equilibrado"

A boa engenharia obedece às leis da física ao mesmo tempo em que coloca à prova o novo Mazda MX-5 Miata 2016. Confira o vídeo abaixo e questione: seria apenas uma encenação de marketing ou a perfeita distribuição de peso 50:50? O esportivo conversível possui um motor dianteiro, dois lugares no meio e transmissão na parte traseira. Os engenheiros por trás do Mazda MX-5 Miata 2016 insistem em afirmar que há uma distribuição de peso exata 50:50 entre a frente e a traseira, mas será que é isso mesmo que acontece quando o carro é colocado à prova?
Na balança: Mazda prova que MX-5 Miata é um carro "equilibrado"
Você provavelmente já viu o vídeo neste momento e pode afirmar que o Mazda MX-5 Miata 2016 é um trabalho que deve ser admirado. Nele, um funcionário dirige o carro sobre uma estrutura e consegue o equilíbrio perfeito. "Ter a distribuição de peso 50:50 faz o carro se comportar de forma mais previsível e ser mais constante. Peso é o fator mais importante no desenvolvimento deste carro", explica Dave Coleman, gerente de produto do Miata. "Quando você tenta fazer um carro ter bom desempenho você faz isso com a força bruta, com muita potência e pneus grandes, ou você pode ir completamente para o lado oposto e reduzir a quantidade de trabalho que o carro tem de fazer para responder às vontades do motorista, tornando-o mais leve".
Na balança: Mazda prova que MX-5 Miata é um carro "equilibrado"
Apenas lembrando, o Mazda MX-5 Miata 2016 chega às concessionárias dos Estados Unidos até o fim do primeiro semestre deste ano, equipado com um motor SKYACTIV de 2.0 litros de 155 cv e 20,4 kgfm de torque, podendo ser atrelado ao câmbio manual de seis velocidades ou automático, também de seis velocidades, opcional. Veja o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=7RbmKDUfkjQ Galeria de fotos:

Seja parte de algo grande

Na balança: Mazda prova que MX-5 Miata é um carro "equilibrado"

Foto de: Redação