Pedal de acelerador que "vibra" promete reduzir consumo e riscos no trânsito

Pedal de acelerador que "vibra" promete reduzir consumo e riscos no trânsito
Dirigir é uma atividade que envolve diversos sentidos e sensibilidades. E a Bosch mostra uma nova tecnologia que pode incluir mais uma na ponta do pé. Chamado de pedal de acelerador ativo, o novo componente pode contribuir na redução do consumo de combustível e também com a redução de riscos no trânsito. Tomando como base que a pressão gerada pelo pé do motorista no acelerador responde por um quarto do consumo de combustível de um automóvel, o sistema da Bosch analisa a pressão aplicada pelo motorista gera uma vibração suave gerada no pedal para avisar aos motoristas quando eles estão pisando muito fundo. Segundo a fabricante, a redução no consumo pode chegar a 7%. Outra forma para economizar é fazer as trocas de marchas no momento correto. Até agora, os únicos indicadores para informar os motoristas do momento ideal para  troca de marcha são os pequenos sinalizadores no painel de instrumento. Do mesmo jeito, o pedal de acelerador ativo também pode indica o melhor momento para a mudança de marcha. "O pedal avisa ao motorista quando a curva de economia e aceleração se cruzam", diz Seiberth. Ainda assim, se ele quiser acelerar mais antes de trocar a marcha, basta aplicar um pouco de pressão extra no pedal.
Pedal de acelerador que "vibra" promete reduzir consumo e riscos no trânsito
O componente também pode ser configurado com outras funções que visa oferecer mais segurança. Em conjunto com os sistemas de assistência de condução, como navegação GPS e também pelo sistema de reconhecimento de sinais de trânsito presente nos carros mais sofisticados, ele emite um sinal de alerta aos condutores se, por exemplo, estão se aproximando de uma curva perigosa em alta velocidade.
Pedal de acelerador que "vibra" promete reduzir consumo e riscos no trânsito
Com os carros híbridos, as funcionalidades se amplificam. Em conjunto com o start-stop coasting, ou seja, quando o motor é desligado enquanto o veículo ainda está em movimento com o objetivo de economizar combustível, o pedal pode ser ajustado para alertar o motorista sobre a oportunidade de entrar neste modo coasting. A Bosch também cita outras possibilidades, como alertas se os motoristas ultrapassarem a velocidade permitida com vibração ou exercendo uma contrapressão, alertas de situações perigosas como dirigir na contramão, congestionamento inesperado, tráfego em cruzamentos e outros riscos ou obstáculos ao longo da rota planejada. Imagens: Reprodução Bosch

Seja parte de algo grande