Foco nos SUVs: Hyundai muda estratégia e pode aposentar Azera nos EUA

Definitivamente, os Estados Unidos estão vivendo novamente a febre dos SUVs. Depois da FCA divulgar seu plano estratégico, que vai eliminar os modelos Dodge Dart e Chrysler 200, agora é a vez da Hyundai anunciar um reforço na gama utilitários em detrimento dos sedãs. Conforme matéria publicada pelo site Autoblog, a marca coreana vai investir no aumento da produção para ampliar a linha de crossovers nos Estados Unidos. O CEO da Hyundai Motor America, Dave Zuchowski, disse que sem restrições de produção, o Tucson poderá superar o Elantra e se tornar o carro mais vendido da marca.
Foco nos SUVs: Hyundai muda estratégia e pode aposentar Azera nos EUA
O primeiro passo será elevar a produção dos modelos existentes. Para isso, a Hyundai ampliou o ferramental na fábrica de Montgomery (Alabama), para produzir o Santa Fe Sport juntamente com o Elantra e o Sonata - isto ira aumentar a capacidade de produção do modelo para 50 mil unidades/ano. Recém-lançado, o novo Tucson terá um acréscimo de 50 mil unidades na capacidade anual, o que deve colocá-lo à frente do Elantra como o carro mais vendido da marca. SUV compacto A segunda parte do plano estratégico trará novos modelos. Agora, a Hyundai está de olho no segmento "B", que para nós equivale aos SUVs compactos. A marca pretende lançar um novo crossover para bater de frente com os modelos que chegaram "bombando", como o Jeep Renegade, Fiat 500X, Honda HR-V e Chevrolet Trax, entre outros. Este modelo não será o Creta, que foi descartado para o mercado norte-americano. A Genesis também trabalha a todo vapor para lançar os seus utilitários de luxo. Quando estiverem no mercado, há boas chances dos crossovers da marca de luxo superaram os sedãs e cupês em volume de vendas.
Foco nos SUVs: Hyundai muda estratégia e pode aposentar Azera nos EUA
Azera se despede Voltando à Hyundai, o Azera deve sair de linha nos Estados Unidos. O objetivo é liberar espaço na linha de produção em favor dos utilitários. Outra vantagem seria  estabelecer uma delimitação mais clara entre a marca de luxo Genesis. Todavia, o sedã deve continuar seu ciclo em outros mercados globais. Parece que os Estados Unidos estão de volta à época da presença maciça dos utilitários e picapes grandes. Este comportamento ainda deve durar um bom tempo, ao menos enquanto a gasolina continuar barata (menos de US$ 2 por galão). Fonte: Autoblog

Seja parte de algo grande