Peugeot: investimento de US$ 436 milhões para voltar a produzir no Irã

Peugeot: investimento de US$ 436 milhões para voltar a produzir no Irã
A Peugeot assinou um acordo para voltar a produzir veículos no Irã. De acordo com a agência Bloomberg, o novo tratado deve entrar em vigor até o início de 2017 e foi assinado na semana passada durante a visita do presidente iraniano Hassan Rouhani a França.
Peugeot: investimento de US$ 436 milhões para voltar a produzir no Irã
Como parte do acordo, a Peugeot vai investir US$ 436 milhões na montadora local Iran Khodro durante cinco anos para modernizar a fábrica localizada na região de Teerã. Até o fim do ano que vem, a unidade será capaz de produzir 100.000 exemplares anuais dos modelos Peugeot 208, 301 e 2008. A capacidade pode dobrar caso haja demanda.
Peugeot: investimento de US$ 436 milhões para voltar a produzir no Irã
Bem estabelecida no mercado iraniano, a Iran Khodro já foi parceira da Peugeot antes do início das sansões. Além de ter parcerias para montar veículos sob contrato para a Renault e Mercedes-Benz, a empresa também desenvolveu seus próprios modelos.  Especialistas afirmam que o Irã tem uma grande demanda reprimida por carros novos. Com 75 milhões de habitantes e uma renda per capita de US$ 16 mil (paridade do poder de compra), o país possui uma classe média grande o bastante para sustentar o crescimento da indústria automotiva.
Peugeot: investimento de US$ 436 milhões para voltar a produzir no Irã
Espera-se que em breve outras montadoras anunciem investimentos no país. Lembrando que em 2009 o mercado local bateu o recorde de 1,3 milhão de automóveis vendidos. Após um período de queda entre 2010 e 2013, a indústria voltou a se recuperar em 2014 com 32% de crescimento (900 mil unidades).

Seja parte de algo grande

Peugeot: investimento de US$ 436 milhões para voltar a produzir no Irã

Foto de: Redação