Crise? Mercedes Classe C embola vendas com Cruze, Jetta e Focus

Os dados oficiais de vendas do mês de maio trouxeram resultados interessantes, como o Corolla despachando o Prisma como o sedã mais vendido do país (contando todas as categorias) e o Mercedes GLA vendendo mais do que o Fiat Bravo. Mas nada espantou mais que a incrível participação do Mercedes Classe C, futuro nacional.
Crise? Mercedes Classe C embola vendas com Cruze, Jetta e Focus
O sedã da Mercedes-Benz emplacou nada menos que 736 unidades, deixando o rival "real" BMW Série 3 para trás e se embolando com os sedãs médios generalistas, como VW Jetta, Chevrolet Cruze e Ford Focus Sedan. O modelo da Volks registrou 973 unidades, contra 902 do GM e 735 do Ford - 1 emplacamento a menos que o Classe C.
Crise? Mercedes Classe C embola vendas com Cruze, Jetta e Focus
Oferecido no Brasil nas versões C180 (que domina quase metade das vendas), C200 e C250, além do superesportivo C63 AMG, o Mercedes Classe C tem preços de R$ 142.900, R$ 159.900 e R$ 195.900, respectivamente. Em breve, o modelo de entrada vai receber o motor 1.6 flex que a Mercedes anunciou nesta semana para os modelos A200, CLA 200 e GLA 200. A produção do sedã na fábrica que a marca está construindo em Iracemápolis (SP) deve acontecer em 2016. Confira nosso teste completo com o C180 clicando aqui!clique aqui
Crise? Mercedes Classe C embola vendas com Cruze, Jetta e Focus

Seja parte de algo grande

Crise? Mercedes Classe C embola vendas com Cruze, Jetta e Focus

Foto de: Redação