Dieselgate: executivos da Audi e da Porsche também devem renunciar

Dieselgate: executivos da Audi e da Porsche também devem renunciar
O jornal alemão Bild, um dos maiores do país, informa nesta quinta-feira (24) que executivos da Audi e da Porsche devem seguir os passos do agora ex-CEO da Volkswagen, Martin Winterkorn, e pedir afastamento de seus cargos.
Leia também: Europa promete endurecer leis de emissão após escândalo da VW
Dieselgate: executivos da Audi e da Porsche também devem renunciar
De acordo com a publicação, Ulrich Hackenberg (chefão da área de pesquisa e desenvolvimento da marca das quatro argolas) e Wolfgang Hatz (executivo da área de motores da Porsche) devem anunciar renúncia às suas funções durante reunião marcada para amanhã (25).
Leia também: Dieselgate: presidente da VW renuncia em meio a escândalo de fraude de emissões
Assim como no caso de Winterkorn, a saída dos executivos tem relação direta com a descoberta nos Estados Unidos do software manipulador que fraudava a emissão de gases poluentes de motores diesel durante avaliações.
Leia também:  Não foi só a VW: relatório diz que outras montadoras podem ter fraudado emissões
Dieselgate: executivos da Audi e da Porsche também devem renunciar
Só no mercado norte-americano estão envolvidos os modelos Jetta, Passat, Jetta Sportwagen, Beetle e Audi A3, mas a própria Volks admitiu que mundialmente 11 milhões de veículos foram afetados. A fraude afeta especialmente os motores TDI, que emitem até 40 vezes mais poluentes que o permitido.

Seja parte de algo grande