Chefão da Porsche, Matthias Müller é confirmado como presidente da VW

O alemão Matthias Müller, atual chefão da Porsche, acaba de ser anunciado como novo presidente do grupo Volkswagen. Abraçando a missão de suceder Martin Winterkorn, que renunciou ao cargo nesta semana, o executivo irá guiar o conglomerado alemão naquele que vem sendo definido como um dos maiores escândalos da história da indústria automobilística. A empresa é acusada de manipular testes de emissão de poluentes em motores diesel, de modo a afetar mundialmente cerca de 11 milhões de veículos.
Leia também: Dieselgate: presidente da VW renuncia em meio a escândalo de fraude de emissões
Chefão da Porsche, Matthias Müller é confirmado como presidente da VW
Em comunicado, Müller anunciou que terá como tarefa mais urgente restabelecer a confiança no grupo Volkswagen e estabelecer o melhor desfecho para a atual situação. "O grupo Volkswagen tem a oportunidade de sair dessa crise mais forte do que antes", completou. Além disso, afirmou que vai rever a estrutura administrativa da Volkswagen (criticada por seu tamanho) e implementar os padrões de conformidade e governança mais rigorosos da indústria.

Seja parte de algo grande