Sedãs grandes: em janeiro fraquíssimo, segmento afunda 67% nas vendas

Ford Fusion 2015 Até tu, Brutus? Líder disparado entre os sedãs grandes há uma década, o Fusion começou 2016 em baixa. Com apenas 279 emplacamentos, o Ford perdeu quase 2/3 das vendas em um ano e registrou o seu pior desempenho desde dezembro de 2012 (208).
Sedãs grandes: em janeiro fraquíssimo, segmento afunda 67% nas vendas
Ainda assim, o Ford emplacou mais de 76% de todos os modelos do segmento. Adversário mais próximo, o Hyundai Azera (36) recuou ainda mais (-73,3%) e registrou o seu novo recorde negativo no país.
Sedãs grandes: em janeiro fraquíssimo, segmento afunda 67% nas vendas
Único a crescer na comparação com o início de 2015 (+250%), o Honda Accord com visual renovado subiu duas colocações em relação a dezembro e assegurou presença no pódio, duas unidades à frente do Kia Optima (12).
Sedãs grandes: em janeiro fraquíssimo, segmento afunda 67% nas vendas
Mesmo com o lançamento da nova geração, o VW Passat conquistou a preferência de apenas oito consumidores – ainda assim, o dobro do registrado pelo Toyota Camry (4), cujas vendas triplicaram de um mês para o outro.
Sedãs grandes: em janeiro fraquíssimo, segmento afunda 67% nas vendas
Mesmo fora do catálogo da marca, o Hyundai Sonata teve três unidades comercializadas, mesmo número do Kia Cadenza e do Nissan Altima, terceiro mais vendido da categoria no ano passado e dono da maior queda (-95,3%). Com duas unidades, o Chrysler 300C fechou a lista dos modelos com pelo menos um emplacamento.
Sedãs grandes: em janeiro fraquíssimo, segmento afunda 67% nas vendas
Fonte: Fenabrave

Seja parte de algo grande