Fábrica no México reanima Kia do Brasil: novo Cerato, Rio e KX3 chegam em 2016

Fábrica no México reanima Kia do Brasil: novo Cerato, Rio e KX3 chegam em 2016
Após o baque do super IPI para os importados, além do próprio Imposto de Importação e do dólar na casa dos R$ 4, a Kia Motors do Brasil está esperançosa com o ano de 2016. Isso porque, em abril, será inaugurada uma fábrica da empresa no México, no estado de Nuevo Leon, que será responsável por enviar ao Brasil os modelos Cerato, Rio e KX3, todos com lançamento previsto para o decorrer do próximo ano por aqui.
Fábrica no México reanima Kia do Brasil: novo Cerato, Rio e KX3 chegam em 2016
Devido ao acordo com o México, os carros lá produzidos entram no Brasil sem pagar o Imposto de Importação, e também estão fora da cota de 4.800 unidades que a marca pode importar da Coreia. Ou seja, 2016 tem tudo para ficar marcado como o ano do renascimento da Kia no país, voltando inclusive a competir num segmento de grande volume. Segundo fontes ligadas à marca coreana, a ideia é trazer o compacto Rio (acima) na faixa dos R$ 55 mil, para brigar com Hyundai HB20 e Ford Fiesta. Se vier na mesma configuração vendida nos EUA, terá motor 1.6 com injeção direta de 140 cv com câmbio de seis marchas (manual ou automático). A ideia é lançá-lo durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em junho, justamente para homenagear a cidade que deu nome ao carro.
Fábrica no México reanima Kia do Brasil: novo Cerato, Rio e KX3 chegam em 2016
Antes disso, porém, deverá chegar o novo Cerato, que será o primeiro modelo produzido no México, devendo desembarcar por aqui entre maio e junho. Já para o fim do ano, entre novembro e dezembro, será a vez do crossover KX3 (acima), irmão menor do Sportage. Gêmeo de plataforma do Hyundai ix25 (que será nacional em 2016), o modelo tem motores 1.6 aspirado (123 cv) e turbo (200 cv), sendo o primeiro com câmbio de seis marchas (manual ou automático) e o segundo com transmissão de dupla embreagem e sete marchas.
Fábrica no México reanima Kia do Brasil: novo Cerato, Rio e KX3 chegam em 2016
Ainda sem previsão de preços, o KX3 entrará no segmento mais quente do mercado brasileiro atualmente, competindo contra Honda HR-V, Jeep Renegade e Peugeot 2008, além do próprio Hyundai ix25. A fábrica terá capacidade para produzir 300 mil veículos/anos e tem como missão alavancar a Kia nos mercados da América do Norte, Central e do Sul. Resta saber agora quais versões do Cerato, Rio e KX3 serão feitos no México e importados para cá. Atualização: Além dos carros mexicanos, a Kia vai trazer também as novas gerações do Sportage e do Optima no próximo ano, mas estes ainda importados da Coreia. Por Daniel Messeder, de Guarulhos (SP) Galeria de fotos: Kia KX3 

Seja parte de algo grande