Vendas globais da VW recuam 3%; Brasil e Rússia registram maiores quedas

A Volkswagen repetiu o mau desempenho registrado em abril e fechou o mês de maio novamente com números negativos no tocante às vendas globais acumuladas. Conforme apontam dados, nos primeiros cinco meses do ano a gigante alemã emplacou em todo o mundo 2,48 milhões de veículos, volume 3% menor que o alcançado no mesmo período de 2014. Performances acima da média foram registradas na Europa (especialmente na Alemanha), mas fortes quedas marcaram os números relativos ao Brasil e à Rússia.
Vendas globais da VW recuam 3%; Brasil e Rússia registram maiores quedas
O maior volume de modelos vendidos foi concentrado na região da Ásia-Pacífico, com 1,21 milhão de emplacamentos - 3,4% a menos que nos mesmos meses do ano passado. A China sozinha absorveu 1,12 milhão desse total, mas recuou cerca de 3,7%. Na América do Norte foram vendidos 241,3 mil veículos, mas os Estados Unidos fecharam com queda de 4,2%. Na América do Sul a retração foi de consideráveis 22,4%, com 207,7 mil emplacamentos. O Brasil sozinho absorveu 155,7 mil unidades e caiu 27,8%.
Vendas globais da VW recuam 3%; Brasil e Rússia registram maiores quedas
Já a Europa foi a única região que registrou crescimento. Ao todo foram 727,8 mil Volkswagen vendidos, cifra 2,1% superior aos registros de 2014. A porção ocidental do continente (exceto Alemanha) comprou 396,2 mil unidades, com crescimento de 6,4%. O mercado alemão sozinho absorveu 249 mil carros e resultou em alta de 6,2%. Por outro lado, o desempenho das partes central e oriental da região não foi animador. A Rússia, por exemplo, comprou apenas 29,8 mil modelos da VW e caiu incríveis 47,2%.

Seja parte de algo grande