Renault-Nissan quer diminuir poder do governo francês na aliança

Dirigentes da Renault e da Nissan se reuniram nesta semana para discutir mudanças na organização da parceria estratégica. Conforme explica a agência de notícias Reuters, a reunião teve o objetivo de promover mudanças na organização do acordo como forma de diminuir o controle das autoridades francesas na empresa. O governo da França, vale lembrar, detém 19,7% das ações da Renault e o crescimento desta participação preocupa os executivos franco-japoneses. A ampliação foi feita como forma de o governo aumentar seus direitos de voto e proteger o seu papel como um dos acionistas principais. Temerosa, a Renault deverá diminuir a sua quota na Nissan para menos de 40% (atualmente tem 43,4%) com o objetivo de dar à marca nipônica maior poder de voto. A aliança entre as duas fabricantes já dura 16 anos.

Seja parte de algo grande