Peruas de Genebra: a ousada Mercedes CLA Shooting Brake

Entre as peruas, a nova Mercedes CLA Shooting Brake é a que tem o visual mais extravagante e ousado. Mantendo os traços do CLA, que nesta variante faz com que a caída do teto seja bem pronunciada e a área envidraçada na lateral bem reduzida, tem opções de motores a gasolina entre 122 e 211 cavalos e diesel de 134 ou 177 cv. Como destaque, há ainda a versão AMG com o motorzão de 2.0 turbo de 360 cavalos de potência. As medidas são generosas: 4,63 metros de comprimento por 1,43 m de altura e 1,77 m de largura. No entanto, o desenho ousado cobra seu preço por acomodar apenas 25 litros a mais de carga no porta-malas em relação ao sedã, totalizando 495 litros. No interior, o espaço é o mesmo pois não houve alteração na distância entre os eixos, mas a marca destaca que os bancos traseiros em posição mais inclinada favorecem o conforto. Com ajuste mais esportivo, a versão AMG tem suspensão mais rígida, freios redimensionados para conter a nova potência, rodas de liga leve com aro de 18 polegadas (19" opcional) e um novo modo, selecionável, de condução chamado Racer. A joia da coroa fica por conta do motor 2.0 turbo que produz impressionantes 360 cv e torque de 45,89 kgfm, o que garante aceleração de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos e máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente. Será que uma perua dessas teria espaço nas garagens brasileiras?

Fotos: Mercedes CLA AMG Shooting Brake

Seja parte de algo grande