Toyota: velha Hilux sai de linha após 800 mil unidades produzidas

Ao mesmo tempo em que anuncia a apresentação da nova geração no Brasil, a Toyota confirma o encerramento da produção da velha linhagem da Hilux na Argentina. Montada na fábrica de Zárate desde 2005, a picape deixa as linhas de montagem 10 anos depois com um histórico de 794 mil unidades produzidas. O número representa um recorde para o segmento no país, agora alçado a pólo produtor de camionetes médias (Ford Ranger e VW Amarok também são feitas por lá, além das futuras Nissan Frontier, Renault Alaskan e Mercedes GLT). Leia também: Nova Toyota Hilux estreia no Brasil na primeira semana de novembro Com a saída do modelo velho as linhas de montagem começam a ser preparadas para receber a geração inteiramente nova. A expectativa é que a produção tenha início a partir do próximo dia 19, com vendas programadas para os meses de novembro ou dezembro, conforme sejam formados os estoques. Mais de US$ 800 milhões (quantia superior a R$ 3 bilhões atualmente) foram investidos na fábrica, de modo a ampliar a capacidade produtiva para 140 mil unidades/ano.

Seja parte de algo grande