Toyota diz que motores a combustão estarão extintos em 2050

Em entrevista concedida recentemente, Kiyotaka Ise, executivo da Toyota, professou que o futuro para os motores a combustão não será nada animador. Na concepção de Ise, por volta de 2050 a maioria dos automóveis vendidos no mundo sairá de fábrica com sistemas alternativos de propulsão. Atualmente, a proporção dentro da gigante japonesa é de 85% da produção global representada por veículos movidos a diesel e gasolina, e o restante correspondente a modelos como Prius, Mirai e outros.
Toyota diz que motores a combustão estarão extintos em 2050
A declaração do executivo foi dada em meio a questionamentos sobre o escândalo de emissões da Volkswagen. Segundo Ise, a legitimidade dos motores a diesel foi verdadeiramente colocada em xeque e a reação da indústria pode culminar, futuramente, no fracasso deste blocos. "Com o declínio massivo destes propulsores, é como se o mundo estivesse virando ao contrário e a Toyota tivesse de mudar os seus métodos", explicou.

Seja parte de algo grande