Buenos Aires: Nissan mostra nova Frontier, que não chega tão cedo ao Brasil

Buenos Aires: Nissan mostra nova Frontier, que não chega tão cedo ao Brasil
Se em 2013 a Nissan esteve presente no Salão de Buenos Aires como mero importador, hoje a marca japonesa participa como fabricante no evento da Argentina, após anunciar investimentos de US$ 800 milhões para produzir a nova Frontier em Córdoba. A nova geração da picape só entrará em produção na planta de Santa Isabel no fim de 2017 ou começo de 2018. Lembrando que no mesmo local serão produzidas as inéditas picapes médias da Mercedes-Benz e da Renault, sobre a base desta nova Frontier.
Buenos Aires: Nissan mostra nova Frontier, que não chega tão cedo ao Brasil
Até lá, a Frontier vai continuar sendo importada do México. O modelo novo chegará no fim deste ano com um motor 2.5 turbodiesel com 190 cavalos de potência e 45,88 kgfm de torque e transmissão automática de sete velocidades ou manual de seis. Haverá também versões com tração simples ou AWD além de variantes com o motor 2.5 litros turbo quatro cilindros movido a gasolina, de 160 cavalos de potência e 23,8 kgfm de torque.
Buenos Aires: Nissan mostra nova Frontier, que não chega tão cedo ao Brasil
Falando do Brasil, a Nissan vai continuar a produzir a versão antiga na fábrica de São José dos Pinhais (PR), sendo possível até que ela coexista com o novo modelo importado do México.
Buenos Aires: Nissan mostra nova Frontier, que não chega tão cedo ao Brasil
Nissan Frontier 2015 - Tailândia Além da nova Frontier, a Nissan exibiu o conceito Kicks, uma prévia do inédito SUV de entrada que enfrentará rivais como HR-V, EcoSport e Renegade e será feito no Brasil a partir do ano que vem. O Kicks será o veículo oficial dos Jogos Olímpicos Rio 2016, evento do qual a Nissan é patrocinadora. Reportagem e fotos: Daniel Messeder, de Buenos Aires (Argentina) Viagem a convite da Anfavea Fotos: Nissan Frontier 

Seja parte de algo grande