Teste CARPLACE: up! TSI x up! MPI - vale pagar R$ 3,2 mil a mais pelo turbo?

Teste CARPLACE: up! TSI x up! MPI - vale pagar R$ 3,2 mil a mais pelo turbo?
Assim que chegou ao mercado brasileiro, em fevereiro de 2014, o up! ganhou reputação pelo nível de segurança cinco estrelas, bom desempenho e baixo consumo. Em meados deste ano a Volkswagen lançou o up! TSI e revolucionou o segmento popular ao oferecer um carro com motor 1.0 turbo e injeção direta. A estratégia era oferecer o turbo como opcional a partir da versão Move, e não deixar o propulsor turbinado restrito à uma única versão mais cara.
Teste CARPLACE: up! TSI x up! MPI - vale pagar R$ 3,2 mil a mais pelo turbo?
Agora, quem está de olho num up! certamente vai ficar tentado pela versão mais potente, principalmente diante dos muito razoáveis R$ 3.200 adicionais cobrados pelo TSI - preço de um ar-condicionado, se ele fosse opcional. Para avaliar o que cada versão pode oferecer e sanar essa dúvida passamos uma semana com a dupla Move up! e Move up! TSI.
Teste CARPLACE: up! TSI x up! MPI - vale pagar R$ 3,2 mil a mais pelo turbo?
Desempenho Conforme já exploramos em várias reportagens (testes, avaliações e Garagem) aqui no CARPLACE, no uso urbano o MPI cumpre seu papel e entrega performance das melhores do segmento. Graças ao peso reduzido aliado ao moderno motor 1.0 3-cilindros as saídas são ágeis e retomadas, bem satisfatórias. Na prática, em muitas situações você até esquece que está dirigindo um carro com motor "mil".
Teste CARPLACE: up! TSI x up! MPI - vale pagar R$ 3,2 mil a mais pelo turbo?
Mas agora vamos ao TSI: em termos de visual, a nova versão é praticamente igual, a não ser pela tampa traseira na cor preta com emblema TSI e o para-choque dianteiro mais proeminente (por causa do radiador do intercooler). Por dentro tudo segue exatamente igual às demais versões, com acabamento simples mas bem montado - os encaixes são uniformes e não há sinais de rebarbas nas peças plásticas. Mas logo na primeira acelerada ele já mostra uma personalidade bem diferente. Mantendo todas as qualidades dinâmicas do aspirado, o TSI desenvolve com extrema facilidade. Esperto na cidade, ele não só ostenta bons números de desempenho como também entrega potência de forma bem progressiva, sem o incômodo "turbo lag". Resumindo, um compacto ágil e fácil de tocar, mesmo por quem não está acostumado a carros turbinados. Para quem dirige, parece estar acelerando um motor aspirado de 1,6 ou até 1,8 litro.
Teste CARPLACE: up! TSI x up! MPI - vale pagar R$ 3,2 mil a mais pelo turbo?
Em relação ao MPI, o TSI ganhou molas e amortecedores recalibrados, freios com discos maiores e embreagem redimensionada. Graças ao diferencial mais longo em 26%, gera menor rotação em velocidades de estrada (a 100 km/h o aspirado está em 3.300 rpm enquanto o TSI está "sossegado" a 2.400 rpm), o que se reflete em menos ruído em viagem e melhor isolamento de vibrações do motor. Além disso, o uso de coxim hidráulico no TSI fez a vibração do motor em marcha lenta praticamente sumir, enquanto no MPI ela se faz bem mais presente.
Teste CARPLACE: up! TSI x up! MPI - vale pagar R$ 3,2 mil a mais pelo turbo?
O motor 1.0 EA211 de 3-cilindros, que rede 82/85 cv de potência e 9,7/10,4 kgfm de torque no MPI, passa a entregar 101/105 cv e 16,8 kgfm na versão com turbo e injeção direta, usando gasolina ou etanol, respectivamente. E o resultado deste incremento, principalmente o de torque, ficou claro em nossos testes: enquanto o up! aspirado levou 14,8 s para chegar aos 100 km/h, o turbo fez o mesmo em apenas 9,9 segundos. Nas retomadas, outro banho do TSI, com 9,8 segundos de 80 a 120 km/h em quarta marcha, enquanto o MPI precisou de longos 17,0 s para cumprir a mesma prova. Na vida real, isso significa que o up! aspirado volta a parecer um simples "mil" depois de você dirigir o modelo turbinado. Consumo No ano em que foi lançado, o up! MPI se sagrou como o 1.0 mais econômico do mercado segundo o Inmetro. Resultado esse que o carrinho comprovou, na prática, ao vencer nossa reportagem especial de consumo contra o irmão Fox e o rival Ka, ambos também com 3-cilindros. Agora a expectativa era de que o up! TSI até superasse o índice do aspirado, como informa o Inmetro, mas não foi o que aconteceu.
Teste CARPLACE: up! TSI x up! MPI - vale pagar R$ 3,2 mil a mais pelo turbo?
De acordo com nossas medições, o up! MPI segue como o carro flex mais econômico do país, com médias de 10,2 km/l e 14,0 km/l na cidade e estrada, respectivamente, com etanol. Mas o TSI ficou bem próximo, registrando 10,0 km/l e 13,8 km/l, nesta ordem, nas mesmas medições. E ainda vale dizer que, rodando com gasolina, ambos são capazes de superar os 20 km/l em uso rodoviário sem dificuldade.
Teste CARPLACE: up! TSI x up! MPI - vale pagar R$ 3,2 mil a mais pelo turbo?
Além do desempenho que compensa com folgas o consumo pouca coisa inferior, o up! TSI se revelou um carro mais seguro que o aspirado. É a vantagem de ter quase 17 "quilos" de torque logo a 1.500 rpm, o que garante ultrapassagens muito mais eficientes na estrada. Sem contar que o modelo turbo foi um pouco melhor nas frenagens (mesmo pesando mais), fruto de seu sistema de freio revisto. Por fim, somente o TSI vem com controle de tração, que não deixa os pneus patinarem nas arrancadas e ajuda nas saídas de curva, principalmente em piso escorregadio.
Teste CARPLACE: up! TSI x up! MPI - vale pagar R$ 3,2 mil a mais pelo turbo?
Conclusão Tendo como principais atributos o alto desempenho e a dinâmica mais apurada, sem perder quase nada no consumo, fica difícil não optar pelo TSI diante dos R$ 3.200 adicionais. A escolha pelo modelo aspirado só deve ser levada em conta se o orçamento for próximo da versão de entrada Take up!, que parte de R$ 30.990. O TSI mais em conta (o Move up!) sai por R$ 43.990, preço que inclui ar-condicionado, direção elétrica, conjunto elétrico e sistema de som e o controle de tração - este não disponível no Move up! aspirado, igual nos demais itens e tabelado a R$ 40.790. Se você está pensando num up! equipadinho, vá direto no TSI que é muito mais negócio! Texto e fotos: Julio César

Ficha técnica: VW Move up! TSi

Motor: dianteiro, transversal, três cilindros em linha, 12 válvulas, comando variável na admissão e no escape, turbo e injeção direta, 999 cm3, flex; Potência: 101/105 cv a 5.000 rpm;Torque: 16,8 kgfm a 1.500 rpm;Transmissão: câmbio manual de cinco marchas, tração dianteira; Direção: elétrica; Suspensão:independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira; Freios: discos ventilados na dianteira e tambores na traseira, com ABS; Rodas: liga-leve de 14″ com pneus 175/70 R14; Peso: 1.000 kg; Capacidades: porta-malas 285 litros, tanque 50 litros; Dimensões: comprimento 3.645 mm, largura 1.645 mm, altura 1.504 mm, entre-eixos 2.421 mm; Medições CARPLACE Aceleração 0 a 60 km/h: 4,4 s 0 a 80 km/h: 6,5 s 0 a 100 km/h: 9,9 s Retomada 40 a 100 km/h em 3a marcha: 9,1 s 80 a 120 km/h em 4a marcha: 9,8 s Frenagem 100 km/h a 0: 40,4 m 80 km/h a 0: 25,2 m 60 km/h a 0: 14,0 m Consumo  Ciclo cidade: 10,0 km/l Ciclo estrada: 13,8 km/l

Ficha técnica: VW Move up!

Motor: dianteiro, transversal, três cilindros, 12 válvulas, 999 cm3 Potência: 75/82 cv ; Torque: 9,7/10,4 kgfm; Transmissão: câmbio manual de cinco marchas, tração dianteira; Direção: elétrica; Suspensão: dianteira McPherson e traseira por eixo de torção; Freios: discos ventilados na dianteira e tambor na traseira, com ABS; Rodas: liga-leve de 14″ com pneus 175/70 R14; Peso: 910 kg; Porta-malas: 285 litros Tanque: 50 litros; Dimensões: comprimento 3.605 mm, largura 1.645 mm, altura 1.500 mm, entre-eixos 2.421 mm Medições CARPLACE Aceleração 0 a 60 km/h: 5,9 s 0 a 80 km/h: 9,8 s 0 a 100 km/h: 14,8 s Retomada 40 a 100 km/h em 3a marcha: 14,7 s 80 a 120 km/h em 4a marcha: 17,0 s Frenagem 100 km/h a 0: 41,0 m 80 km/h a 0: 25,9 m 60 km/h a 0: 14,6 m Consumo Ciclo cidade: 10,2 km/l Ciclo estrada: 14,0 km/l Galeria: VW up! MPI x VW up! TSi

Seja parte de algo grande