VW teria retomado projeto do Santana para o Brasil, com estreia em 2017

Era para o Santana de nova geração, sucesso de vendas na China, ter sido lançado no Brasil em 2014. A filial local, porém, engavetou o projeto e foi cuidar de outras prioridades, como o up!, apostando que um carro de entrada faria mais sentido que o sedã de porte intermediário naquele momento. Acontece, porém, que o Voyage despencou nas vendas após a estreia de Chevrolet Cobalt e Prisma, Hyundai HB20S e até do Nissan Versa nacional. A VW, então, teria retomado a ideia de trazer o Santana, de novo.
VW teria retomado projeto do Santana para o Brasil, com estreia em 2017
De acordo com a revista Quatro Rodas, a VW já realizou inclusive clínicas com potenciais consumidores no país, exibindo o sedã ao lado de rivais como o Cobalt reestilizado e o Versa. Preço médio? R$ 60 mil. A surpresa é que o Santana mostrado aqui não era exatamente igual ao chinês, pois já contava com uma reestilização que lhe deu novos faróis, grade, para-choques, tampa traseira e lanternas. Pode ser uma versão específica para o Brasil, ou então uma prévia da primeira reestilização que o sedã receberá lá na China - e assim já teríamos o modelo renovado.
VW teria retomado projeto do Santana para o Brasil, com estreia em 2017
A publicação aposta no uso de motores 1.0 e 1.4 TSI, mas, levando-se em conta que o Santana terá de ser agressivo em preço, seria mais "normal" que ele tivesse o 1.6 MSI do Golf, de 120 cv, nas mesmas configurações: câmbio manual de cinco marchas ou automático de seis velocidades. Ocupando a lacuna entre o Voyage e o Jetta, o novo Santana deverá ser lançado em 2017. Galeria de fotos: Novo VW Santana

Seja parte de algo grande