Prima gringa da S10, Isuzu D-Max estreia facelift e motor 1.9 Ddi de 150 cv

Parceira da General Motors no desenvolvimento do projeto que originou a nova geração da S10, a Isuzu apresenta nesta semana o primeiro facelift da picape D-Max, sua versão do acordo. Anunciada da Tailândia, onde é uma das líderes de mercado, a camionete incorpora remodelações no conjunto frontal, melhorias no interior e mudanças no posicionamento das versões. A maior mudança, porém, está sob o capô: a adoção de um motor 1.9 Ddi turbodiesel com potência de 150 cavalos e 35,6 kgfm de torque máximo.
Prima gringa da S10, Isuzu D-Max estreia facelift e motor 1.9 Ddi de 150 cv
O propulsor vem associado a uma transmissão automática de seis velocidades e substituiu o antigo 2.5 que era usado até então. Com a nova mecânica, a Isuzu garante 10% a mais de potência, aumento de 9,4% no torque, incremento de 8,2% nas acelerações e consideráveis 19% a mais de economia de combustível. O índice de emissões de gases também foi reduzido, sendo agora de 161 g de CO2/km. Para os que desejarem mais força a marca oferece também um 3.0 turbodiesel de 177 cavalos e 38,7 kgfm de torque.
Prima gringa da S10, Isuzu D-Max estreia facelift e motor 1.9 Ddi de 150 cv
No visual, as novidades incluem grade frontal redesenhada e com novas barras horizontais cromadas, além de faróis remodelados com luzes diurnas de LED integradas e rodas de 18 polegadas com layout inédito. Por dentro, destaque para o sistema de entretenimento Isuzu Connect com tela de 8 polegadas e a tela TFT que abriga as funções do computador de bordo no quadro de instrumentos.
Prima gringa da S10, Isuzu D-Max estreia facelift e motor 1.9 Ddi de 150 cv

Seja parte de algo grande