Pneus vendidos no Brasil terão etiqueta do Inmetro a partir de 2016

Por meio da Portaria 544/12 do Inmetro, todos os pneus vendidos no Brasil a partir de outubro de 2016, sejam eles fabricados em solo nacional ou importados, deverão ser etiquetados com três critérios de eficiência: resistência ao rolamento, que influencia a eficiência no consumo de combustível, aderência no molhado e ruído externo. A medida deverá ajudar o consumidor a esclarecer possíveis dúvidas na hora de escolher o pneu mais adequado para seu veículo. O Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) é regulamentado pelo Inmetro, padroniza a aplicação de etiquetas com o objetivo de fornecer informações sobre o desempenho dos pneus, considerando atributos como eficiência energética, segurança e impacto ambiental, que podem influenciar a escolha do consumidor, possibilitando decisões de compra mais conscientes.
Pneus vendidos no Brasil terão etiqueta do Inmetro a partir de 2016
Dentre os três critérios definidos pelo INMETRO, a Resistência ao Rolamento está relacionada à eficiência energética e ao consumo de combustível de veículos. Ou seja, quanto menor o consumo, menor o impacto no meio ambiente, pois reduz a emissão de CO2. Já a aderência ao piso molhado é um indicador do desempenho de segurança de um pneu e fornece informações no que diz respeito à aderência em pisos molhados. Por fim, o Ruído Externo, medido em decibéis, traz informações importantes sobre o nível de impacto no ambiente. A etiqueta deverá ser aplicada em todos os pneus de construção radial para automóveis, picapes, utilitários esportivos, vans e caminhonetas, bem como nos de construção radial para caminhões e ônibus para aplicação nos serviços Regional, Regional Severo, Rodoviário, Urbano e Misto. Há exceções conforme o regulamento.
Pneus vendidos no Brasil terão etiqueta do Inmetro a partir de 2016
Para os critérios resistência ao rolamento e aderência no molhado serão atribuídas graduações de A a G, de acordo com a eficiência nos testes para a aferição de ruído, haverá três ondas. Uma onda negritada significará o menor nível de ruído externo, enquanto as três ondas negritadas representarão o maior nível de ruído externo, de acordo com os resultados de testes de ruído externo. É importante ressaltar que os critérios têm uma graduação mínima e, caso o produto esteja abaixo do limite estabelecido, não poderá ser vendido no Brasil, sendo de responsabilidade dos fabricantes, importadores de pneus, além de seus revendedores e distribuidores, assegurar que todos os pneus em oferta estejam com suas etiquetas no ponto de venda.
Pneus vendidos no Brasil terão etiqueta do Inmetro a partir de 2016
A Goodyear considera fundamentais e promete entregar, além dos três critérios exigidos pelo Inmetro, aqueles que são direcionadores de compra dos consumidores, como quilometragem, dirigibilidade no molhado, frenagem no molhado, aquaplanagem em reta, aquaplanagem em curva, dirigibilidade no seco, frenagem no seco, resistência ao rolamento, ruído externo e ruído interno. Segundo o cronograma divulgado, a partir de outubro de 2016 todos os pneus fabricados e importados deverão ser etiquetados, respeitando os limites mínimos. A partir de abril de 2017 todos os pneus comercializados por fabricantes ou importados deverão ser etiquetados, assim como os pneus do estoque do fabricante. A última etapa, prevista para abril de 2018, contempla todos os pneus comercializados no mercado local, envolvendo também os pneus do estoque da revenda. Fotos: Renato Rebizzi/Divulgação Veja as fotos da demonstração dos testes no Campo de Provas da Goodyear:

Seja parte de algo grande

Pneus vendidos no Brasil terão etiqueta do Inmetro a partir de 2016