"Pesadelo" do BMW M3, Alfa Romeo Giulia foi desenvolvido em 2 anos e meio

O engenheiro-chefe do Alfa Romeo Giulia, Philippe Krief, divulgou mais detalhes sobre o novo sedã esportivo italiano. Falando à revista britânica CAR Magazine, Krief revelou que o "pesadelo" do BMW M3 nasceu em apenas dois anos e meio de desenvolvimento, após o pedido de Sergio Marchionne para criar um sedã de alto desempenho para revitalizar a marca. Desde então, ele reuniu uma equipe de dez engenheiros e imediatamente começou a trabalhar com dois objetivos em mente: a relação de peso-potência e otimização. No final, eles conseguiram alcançar a distribuição de peso ideal de 50:50 na versão topo de linha QV, que pesa cerca de 1.500 kg. Tudo isso graças a uma construção mais leve que mistura alumínio com fibra de carbono.
"Pesadelo" do BMW M3, Alfa Romeo Giulia foi desenvolvido em 2 anos e meio
Krief usou a experiência que adquiriu ao trabalhar na 458 Speciale e promete que o sedã Giulia vai oferecer características presentes na Ferrari, acrescentando que o modelo é muito preciso, ágil, rápido e estável. Segundo o engenheiro, o sistema de vetorização de torque no Quadrifoglio Verde pode enviar todo o torque para apenas uma das rodas traseiras. Quanto ao motor, o turbocharged 3.0 litros de seis cilindros, foi ajustado para oferecer bastante torque em baixas rotações, com Krief afirmando que "mesmo em sexta marcha, você acelera e, em seguida, vooom!" Ele especificou ainda que versões menores provavelmente receberão um motor de quatro cilindros turbo e que no futuro também pode haver um diesel V6. Fotos: 

Seja parte de algo grande