Dodge deve trazer versões Hellcat do Charger e Challenger ao Brasil

Após a Jeep mostrar força nesta nova fase de Brasil, a FCA traz de volta a marca de picapes RAM e já estuda uma mudança de perfil para a Dodge. Conforme relatado por um executivo do Grupo ao CARPLACE, a ideia é deixá-la como o braço esportivo da FCA. Para tanto, está nos planos da empresa a importação das endiabradas versões Hellcat do sedã Charger e do cupê Challenger.
Dodge deve trazer versões Hellcat do Charger e Challenger ao Brasil
"Estamos estudando algo bem específico, com importação de apenas 100 unidades anuais, sendo 50 do Charger e 50 do Challenger, se possível já vendidas sob encomenda", adianta o executivo. Ainda sem preço definido, os modelos podem começar a chegar em 2016. "Queremos fazer surpresa assim como foi com a RAM, que estava prevista para chegar apenas no ano que vem", complementa. Um exemplar do Charger Hellcat, inclusive, já está nas instalações da Fiat em Betim (MG).
Dodge deve trazer versões Hellcat do Charger e Challenger ao Brasil
A linha Hellcat se destaca pelo motorzão Hemi V8 6.2 litros equipado com supercharger, que gera nada menos que 707 cv de potência e 89,8 kgfm de torque! O câmbio é sempre o ZF automático de oito marchas, com tração traseira. Os freios são Brembo com seis pistões nos discos da frente e quatro nos de trás.
Dodge deve trazer versões Hellcat do Charger e Challenger ao Brasil
Nos EUA, o Challenger SRT Hellcat começa em 65.190 dólares (aproximadamente R$ 240 mil), enquanto o Charger custa a partir de R$ 68.640 (cerca de R$ 254 mil). Mas por aqui podemos esperar ao menos o dobro desses valores.

Seja parte de algo grande