Paul Walker: pai do ator processa Porsche por falta de segurança do Carrera GT

A novela envolvendo a morte de Paul Walker acaba de ganhar mais um capítulo nos Estados Unidos. Depois de a filha do ator acionar a Porsche na justiça sob acusação de homicídio culposo (a qual foi veementemente negada pelos dirigentes da marca), o pai de Walker responsabiliza a fabricante pela falta de recursos de segurança do esportivo Carrera GT. O ator estava no banco do carona do modelo durante o acidente e, na concepção do Sr. Walker, seu filho teria sobrevivido se o carro tivesse um nível maior de proteção.
Paul Walker: pai do ator processa Porsche por falta de segurança do Carrera GT
A Porsche ainda não se pronunciou sobre o caso, mas em ocasiões anteriores (especificamente nas acusações que sofreu da filha de Walker e da esposa de Roger Rodas, que guiava o carro na hora do acidente) argumentou que a causa do desastre estava relacionada ao excesso de velocidade (o esportivo estava a 149 km/h em uma via onde o limite é de 72 km/h) e ao estado precários do pneus, que já estavam com pelo menos nove anos de uso.

Seja parte de algo grande