Futuro rival do Fiat Mobi, Renault Kwid passa a ser produzido em três turnos

Com lançamento no Brasil previsto para o Salão de SP, em novembro, o Renault Kwid já pode ser considerado um verdadeiro sucesso de vendas na Índia. Desenvolvido localmente, o modelo acumula uma série de pedidos no país e chega a demorar até sete meses para ser entregue dependendo da versão. Para dar conta de suprir a demanda, a marca já aumentou a produção por duas vezes e nesta semana confirma a abertura do terceiro de turno de operações na fábrica de Chennai.
Futuro rival do Fiat Mobi, Renault Kwid passa a ser produzido em três turnos
O turno adicional permitirá que 1.600 exemplares sejam produzidos a mais por dia, atendendo aos pedidos locais e ao mesmo tempo viabilizando os planos de exportação para países como Sri Lanka, África do Sul e Ilhas Maurício. Na Índia o Kwid concorre diretamente com os asiáticos Hyundai Eon e Maruti/Suzuki Alto, mas no Brasil vai encarar o ítalo-brasileiro Fiat Mobi, que estreia em abril. Leia também: Flagra! Renault já testa Kwid no Brasil quase sem camuflagem
Futuro rival do Fiat Mobi, Renault Kwid passa a ser produzido em três turnos

Seja parte de algo grande

Futuro rival do Fiat Mobi, Renault Kwid passa a ser produzido em três turnos

Foto de: Dyogo Fagundes