Mitsubishi promete três novos SUVs até 2020; sedãs ficam em segundo plano

Em entrevista concedida recentemente à agência Automotive News, Osamu Masuko, CEO da Mitsubishi, confirmou que os próximos cinco anos serão bastante agitados para a marca no segmento de SUVs. De acordo com o executivo, o calendário da empresa prevê o lançamento de nada menos que três novos utilitários até 2019 ou, no máximo, 2020. Segundo informado, serão modelos considerados fundamentais para as planos de crescimento da fabricante, sendo um deles completamente inédito e os demais novas gerações de carros já existentes.
Mitsubishi promete três novos SUVs até 2020; sedãs ficam em segundo plano
Detalhes ainda são mantidos sob sigilo pela montadora, mas Musako adiantou que a primeira novidade chegará ao mercado em 2017. Ao que tudo indica, será um SUV de porte intermediário desenvolvido para ocupar a lacuna existente entre o ASX e o Outlander. Segundo especulações, este modelo terá o design como principal chamariz para atrair compradores, com destaque para as linhas dinâmicas da carroceria e o caimento do teto estilo cupê. O conceito eX, das fotos, é apontado como grande fonte de inspiração.
Mitsubishi promete três novos SUVs até 2020; sedãs ficam em segundo plano
Nos meses seguintes, provavelmente já em 2018, está programada a estreia da terceira geração do Outlander. Novamente, informações detalhadas sobre o projeto são limitadas, mas sabe-se que o modelo seguirá oferendo uma variante híbrida e terá design mais acertado que na geração atual pré-reestilização. Por fim, em 2019, será lançada a segunda linhagem do ASX, que tem se convertido como um dos carros-chefe da marca em vários mercados. Pela primeira vez, o modelo terá no portfólio uma variante elétrica.
Mitsubishi promete três novos SUVs até 2020; sedãs ficam em segundo plano
Já os sedãs, que outrora foram bastante tradicionais na gama Mitsubishi, foram deixados de lado. A marca busca parcerias para desenvolver projetos em conjunto, mas as negociações seguem em ritmo lento. Enquanto isso, os sucessores de Lancer e Galant ficam apenas nas projeções.

Seja parte de algo grande