Carro sem motorista de 1971 já previa surgimento dos autônomos - vídeo

Atualmente o mundo está cheio de carros que têm vários tipos de tecnologia autônoma, que vão desde controle de cruzeiro adaptativo até assistentes para manter o veículo na faixa, entre outras inovações. Sem contar os primeiros protótipos de carros autônomos, que são vistos por muitos como a desgraça da indústria automobilística. Mas o assunto ainda gera bastante curiosidade e mostra os avanços tecnológicos alcançados. O Google e a Volvo aparentemente estão mais à frente em termos de desenvolvimento e rumores indicam que este mês nós deveríamos ver o primeiro carro autônomo da empresa de tecnologia pronto e rodando. Até agora, nada aconteceu, mas ainda há alguns dias para o fim do mês. Quem sabe o Google não surpreende?
Carro sem motorista de 1971 já previa surgimento dos autônomos - vídeo
No vídeo abaixo, filmado em 1971, são utilizados conceitos de robótica para dirigir o carro e um enorme leitor de sensores, montado no para-choque dianteiro, capaz de ler sinais na estrada. Basicamente, ele lê impulsos eletrônicos retransmitidos para ele por meio dessa enorme caixa que você vê na frente. O que ele fez foi ler as placas de metal na estrada e segui-las completamente. Claro, direção e frenagem foram feitos usando engenhocas que estavam em sintonia com a tecnologia disponível à época. Mesmo assim, é um feito bastante impressionante. Não só isso, mas as previsões mencionadas no vídeo, de que nós estaríamos tendo este tipo de tecnologia 30 anos mais tarde (que seria o início dos anos 2000).
Carro sem motorista de 1971 já previa surgimento dos autônomos - vídeo
A diferença é que hoje os carros usam câmeras e lasers, e tudo quanto é dispositivo tecnológico e de segurança, para ler os sinais de trânsito, e você não precisa deixar um rastro de migalhas de pão, ou metal, para fazê-los funcionar. Bem, acho que 40 anos de progresso fizeram bastante diferença no fim das contas... Veja o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=5ocvNxjN3dc

Seja parte de algo grande