FCA elimina turno e suspende 1.300 funcionários na fábrica do Chrysler 200

As baixas vendas de automóveis de passeio levaram a Fiat Chrysler Automóveis (FCA) a colocar em lay off cerca de 1.300 funcionários da unidade de Sterling Heights, no Michigan. Responsável pela produção do sedã Chrysler 200, a fábrica vai perder um dos seus dois turnos, após queda de 63% nas unidades vendidas do modelo no primeiro trimestre do ano, em relação ao mesmo período de 2015.
FCA elimina turno e suspende 1.300 funcionários na fábrica do Chrysler 200
Apesar do alto número de afastamentos, espera-se que boa parte dessas pessoas sejam realocadas em novos postos de trabalho pelo aumento na produção de SUVs e picapes. "A FCA não é a única que está sofrendo com um mercado fraco para os carros pequenos", disse Norwood Jewell, vice-presidente na UAW, entidade que representa os trabalhadores norte-americanos a Reuters.
FCA elimina turno e suspende 1.300 funcionários na fábrica do Chrysler 200
Leia também: Vida longa aos SUVs! Dodge Dart e Chrysler 200 serão eliminados em 2017 Todavia, o número representa uma das maiores suspensões de contratos de trabalho em uma fábrica automotiva nos Estados Unidos. Um setor da indústria que mesmo após o fim da crise de 2008 passa por mudanças para se adaptar as novas preferências do consumidor norte-americano. No ano passado, as vendas de carros de passeio responderam por 44% do total nos EUA, inferior aos 48% registrados em 2014.

Seja parte de algo grande