Devido à crise na Rússia, Mitsubishi vai encerrar produção nos EUA

Conforme antecipa reportagem da agência de notícias Automotive News, a Mitsubishi está propensa a encerrar suas atividades fabris nos Estados Unidos depois de quase 17 anos desde a inauguração de sua primeira e única fábrica no país. De acordo com a publicação, a planta de Normal, no estado de Illinois, está prestes a ser colocada à venda e até o fim de novembro deve deixar de produzir o crossover ASX, por lá chamado de Outlander Sport. Detalhes sobre a negociação ainda são limitadas, mas sabe-se que a decisão não tem retorno. Operando com capacidade ociosa (o limite de produção anual é de 222 mil unidades, mas no ano passado foram feitas apenas 64 mil), a fábrica abastece o mercado interno e ao mesmo tempo exporta cerca de 50% do total produzido para países como Rússia, Ucrânia e Cazaquistão. Com a crise geopolítica enfrentada pelos dois primeiros, as exportações caíram drasticamente e a Mitsubishi alega não mais ter condições de manter em funcionamento as atividades. Assim, o ferramental será transferido para a Ásia de forma a complementar a produção japonesa.
Devido à crise na Rússia, Mitsubishi vai encerrar produção nos EUA
Erguida através de uma parceria com a Chrysler em 1998, a fábrica chegou a abrigar nos tempos áureos a produção de seis modelos, incluindo carros como Eclipse, Galant, Endeavor, Sebring e Stratus. Apesar da notícia, a Mitsubishi diz que seguirá atuando no mercado norte-americano como importadora, oferecendo os modelos Outlander, Outlander PHEV, Outlander Sport, Lancer, i-MiEV e Mirage.

Seja parte de algo grande