Com queda de 20%, Brasil mantém 7º lugar nas vendas globais - veja ranking

De acordo com o relatório mensal da Jato Dynamics o Brasil teve queda de 19,8% no acumulado de 2015 e 18,4% no mês de junho, em comparação ao mesmo período do ano passado. Apesar do resultado negativo, o país manteve a 7ª colocação no ranking global de vendas de automóveis.
Com queda de 20%, Brasil mantém 7º lugar nas vendas globais - veja ranking
Esse é o terceiro pior resultado do ranking dos 15 maiores mercados mundiais e coloca o país em oitavo lugar, se considerarmos as vendas mensais de junho. Pior que o Brasil, somente a Rússia -37,4% e Indonésia -23,8%.
Com queda de 20%, Brasil mantém 7º lugar nas vendas globais - veja ranking
Maior mercado do planeta, a China encerrou o primeiro semestre com 6,1% de crescimento em 2015 se comparado ao mesmo período de 2014. Os EUA mantêm o 2º lugar com alta nas vendas de 4,4% no acumulado do ano. O Japão, na 3ª colocação, teve queda de 11,2% na mesma comparação.
Com queda de 20%, Brasil mantém 7º lugar nas vendas globais - veja ranking
A Alemanha se mantém como o quarto maior mercado no ranking mensal e, no acumulado, com alta de 5,3% nas vendas de  janeiro a junho 2015 e 12,6% no mês de junho. O Reino Unido e a Índia seguem logo atrás com crescimento nas vendas de 8,4% e 3,9% no acumulado do ano, respectivamente. *Os dados chineses incluem apenas veículos de passeio. Para o restante dos países os números englobam carros e comerciais leves.
Com queda de 20%, Brasil mantém 7º lugar nas vendas globais - veja ranking
Marcas O primeiro semestre de 2015 não foi um bom período para os principais grupos automotivos. Sete entre as dez maiores marcas do ranking mundial apresentaram retração do período na mesma comparação com 2014.
Com queda de 20%, Brasil mantém 7º lugar nas vendas globais - veja ranking
A Volkwagen segue na ponta, mesmo com retração de 1,0% no semestre. Apenas a Ford, a Nissan e a Honda apresentaram altas de 1,9%, 2,8% e 3,2% no acumulado do ano, respectivamente. Fonte: Jato Dynamics

Seja parte de algo grande