Por trás da notícia: VW SpaceFox e par ou ímpar na madrugada

Fala, galera ligada no Carplace! Hoje damos início a mais uma seção do site para aumentar nossa aproximação com vocês, caros leitores(as). Vamos contar histórias, de hoje e de ontem, que acontecem por trás das reportagens que vocês estão acostumados a ler. Isso mesmo, o que publicamos é apenas a ponta do iceberg, e tem muita coisa divertida e interessante no backstage. Confira a seguir e não deixe comentar o que achou!  A Volkswagen tem um super esquema de segurança para que não fotografem seus lançamentos antes da hora certa. Era fevereiro de 2006 e a marca alemã preparava a apresentação da SpaceFox, que chegava intitulada de sportvan, numa tentativa de misturar os conceitos de minivan e perua sem perder a aura "esportiva" que acompanhava a Parati. Na ocasião, eu era editor da revista Carro, e o combinado com a VW era que teríamos o carro às 17 horas na pista da TRW, em Limeira (SP) para testes e fotos. Detalhe: haveria apenas uma unidade para nós e a revista Quatro Rodas, que também testa os carros no mesmo local. A Autoesporte, que na época testava no Campo de Provas da GM, em Indaiatuba (SP), teria uma outra unidade. Conforme o combinado, lá estávamos eu, o editor de testes Angelo Teviso (hoje na Triumph) e o fotógrafo Pedro Bicudo em Limeira às 17h. Na verdade, a gente chegou bem antes, pois levamos uma Chevrolet Meriva e uma Peugeot 206 SW para fazer um comparativo com a SpaceFox, e então aproveitamos a tarde para testá-las e fazer as fotos internas e de detalhes individuais. Perto da hora combinada também chegou o pessoal da Quatro Rodas, mas até então nem sinal do caminhão da Volkswagen com a bendita SpaceFox... Já passava das 19h quando veio o assessor de imprensa da VW, Eduardo Pincigher (hoje na JAC Motors), dizendo que o caminhão "estava chegando". Mais tarde soubemos que na verdade o caminhão tinha ido primeiro lá para Indaiatuba deixar a outra SpaceFox para a Autoesporte, e só então seguiria para Limeira. Impacientes, já depois das 21h, começamos a pressionar o Edu. Afinal, teríamos um carro só para as duas revistas, o que geralmente é complicado. Ainda mais nesse caso, pois era o carro de capa de ambas as publicações! Ou seja, precisávamos de muitas fotos, testes, tempo para rodar com o modelo... enfim. O relógio mostrava 23h quando, ainda sem SpaceFox nenhuma, nós e a equipe da Quatro Rodas começamos a ver como seria a logística. Quem iria testar primeiro? Foto só ia rolar no dia seguinte, obviamente, mas também teríamos de combinar quem faria antes. No meio da discussão (na amizade, galera), eis que o Edu solta uma genial: "Ah, tira par ou ímpar aí e quem testar primeiro fotografa depois do outro". Todos rimos meio sem graça, mas topamos. Não lembro se o Angelo ganhou o par ou ímpar, mas sei que ficamos com a tarefa de testar antes e a turma da Quatro Rodas foi pro hotel descansar pra voltar à pista no dia seguinte. Finalmente, eis que à 1h da madruga, para alívio do Edu, encosta o caminhão da VW com a SpaceFox lá dentro. Já tínhamos acabado com a garrafa de café que tinha na salinha da pista quando o carro desceu, ainda cheio de fita plástica na frente e atrás para esconder os faróis e lanternas. Nisso chega também um carro com dois caras armados - eram os seguranças que haviam acompanhado o caminhão. Eles se dividem e cada um vai para uma ponta da pista, para que ninguém (que não fosse a gente) ousasse fotografar a SpaceFox "pelada".
Por trás da notícia: VW SpaceFox e par ou ímpar na madrugada
O Campo de Provas de Limeira quase não tem iluminação, e à noite é comum que animais cruzem a pista, o que poderia causar um acidente. Sorte que naquele mesmo dia tínhamos levado também uma Ford F-250, grandalhona e com seus faróis "lá em cima". Combinamos que o Angelo iria na pista ao lado (são duas faixas na mesma mão) e um pouco mais à frente, para iluminar o caminho da SpaceFox. Colocamos o equipamento de testes e à 1h30 entramos na pista para as medições de aceleração, retomada e frenagem. No fim, quase às 2h30 da matina, encostamos o carro no "quadradão" de Limeira (um lugar do tamanho de um campo de futebol todo asfaltado, para teste de manobras evasivas). Fizemos uma foto para contar a história no editorial da revista e no dia seguinte voltamos lá na pista para fazer as fotos e o comparativo. Claro que demorou pra caramba para a equipe da Quatro Rodas terminar o trabalho dela, e lembro que chegamos de volta à redação naquele dia quando já passava das 21h. Hora de ir pra casa descansar? Que nada! Era preciso mandar a revista pra gráfica no dia seguinte, e lá ficamos paginando a matéria com o departamento de Arte e escrevendo tudo. Uma semana depois, lá estava a SpaceFox estampada na capa da revista nas bancas - e ainda havia ganho o comparativo! Por Daniel Messeder

Seja parte de algo grande