Geely dá adeus ao Brasil e anuncia "interrupção temporária" das atividades

A chinesa Geely confirma nesta semana no Brasil a "interrupção temporária" de suas atividades no mercado nacional. Com pouco mais de dois anos de atuação no país, a marca se despede dos consumidores brasileiros por conta da alta do dólar e da consequente dificuldade de manter as operações.
Geely dá adeus ao Brasil e anuncia "interrupção temporária" das atividades
Soma-se a isso a situação de retração do mercado como um todo e o não enquadramento da marca no regime do Inovar Auto, que permitiria a importação de até 4.800 carros por ano sem IPI majorado.
Geely dá adeus ao Brasil e anuncia "interrupção temporária" das atividades
Dona da Volvo e representada no Brasil pelo grupo Gandini (o mesmo que comanda as operações da Kia por aqui), a Geely ofertava os modelos GC2 (compacto com preço sugerido de R$ 29.990) e o sedã médio EC7 (vendido por R$ 49.990).
Geely dá adeus ao Brasil e anuncia "interrupção temporária" das atividades
Ambos eram importados do Uruguai, onde eram montados em regime de CDK com peças importadas da China. Ao todo a marca emplacou no país 1.019 unidades - cifra muito aquém da meta inicial que previa a comercialização de 3.500 carros em dois anos.

Seja parte de algo grande