Volkswagen: ex-engenheiro se declara culpado pelo escândalo dieselgate

Engenheiro de longa data da Volkswagen, James Liang se declarou publicamente culpado pelo dieselgate - um dos maiores escândalos de emissões da história da indústria automobilística. Conforme apontam agências internacionais, a declaração foi dada nesta semana às autoridades do Departamento de Justiça dos Estados Unidos. Liang acabou se tornando o primeiro acusado criminalmente no âmbito da investigação e promete cooperar com o que for preciso.
Volkswagen: ex-engenheiro se declara culpado pelo escândalo dieselgate
Liang tem 62 anos e começou a trabalhar para a Volkswagen em 1983 - primeiro na Alemanha e depois nos Estados Unidos. Segundo informado, ele é responsável direto pela criação do software que manipulava os índices de gases poluentes emitidos. Para quem não lembra, a fraude foi descoberta há poucos meses nos EUA e gerou sérios danos à imagem do grupo Volkswagen. Entre compensações e recompras, a marca pagará mais de US$ 15 bilhões - só no mercado norte-americano.
Volkswagen: ex-engenheiro se declara culpado pelo escândalo dieselgate
O engenheiro admitiu ainda que desenvolver o dispositivo depois de identificar que os motores diesel da Volks não eram capazes de atender às rigorosas regras de emissões norte-americanas e europeias. Agora indiciado, Liang corre o risco de passar até cinco anos preso e ser obrigado a pagar uma multa de US$ 250 mil. Fotos: divulgação 

Seja parte de algo grande

Volkswagen: ex-engenheiro se declara culpado pelo escândalo dieselgate

Foto de: Dyogo Fagundes