Homem "multitarefa", Sergio Marchionne assume o controle da Ferrari

Por meio de comunicado, a Ferrari anunciou nesta segunda-feira (2) a aposentadoria do CEO, Amedeo Felisa, que trabalhava junto à marca desde 1990. Em seu lugar entra o homem "multitarefa" Sergio Marchionne, que vai acumular mais esta nova função. Fora da diretoria, Felisa irá continuar participando do Conselho de Administração na função de conselheiro técnico da empresa. Sergio Marchionne disse: "Eu conheci Amedeo por mais de uma década e tive a oportunidade de trabalhar com ele de perto durante os últimos dois anos. Sem qualquer sombra de dúvida, um dos melhores engenheiros automotivos do mundo. Durante os últimos 26 anos ele tem trabalhado incansavelmente para fomentar e orientar o desenvolvimento técnico da Ferrari, produzindo uma variedade de carros que fixaram o padrão de desempenho e estilo."
Homem "multitarefa", Sergio Marchionne assume o controle da Ferrari
Engenheiro de formação, Felisa está na empresa há 26 anos e de certa forma na Fiat por quase 50 anos, tendo chegado a Maranello em 1990, após duas décadas de Alfa Romeo. Ele assumiu o comando da divisão de carros de rua da Ferrari em 2001, sendo nomeado gerente geral em 2006, e obteve o cargo de CEO em 2008, após Jean Todt ter saído para concorrer à presidência da FIA .
Homem "multitarefa", Sergio Marchionne assume o controle da Ferrari
Além da direção da Ferrari, Marchionne, cheio de atribuições, é CEO da FCA, presidente da CNH Industrial (resultante da fusão da Fiat Industrial e Case New Holland, que produz tratores), entre outras funções, dividindo seu tempo entre os escritórios em Detroit, Turim e Maranello.
Homem "multitarefa", Sergio Marchionne assume o controle da Ferrari
Vale lembrar que a Ferrari passa por um processo de mudanças, como uma entidade corporativa separada da FCA, se posicionado mais como uma marca de luxo e buscando se redescobrir como a vencedora dos velhos tempos.

Seja parte de algo grande