Com dieselgate, Volkswagen pode deixar de ter modelos a diesel nos EUA

Após o dieselgate, sua maior crise de imagem, a Volkswagen diz que os modelos a diesel estão com os dias contados nos Estados Unidos. A informação partiu da porta-voz da marca, Jeannine Ginivan, em entrevista para a Reuters. Já é conhecido que a VW está investindo nos modelos elétricos e híbridos, simbolizado por um conceito que será apresentado em Paris. Mas Jeannine destaca que os modelos diesel não terão mais o mesmo espaço no mercado americano, um dos maiores consumidores deste tipo. Segundo ela, esta linha "continuará onde faz sentido para o mercado". No país, 25% das vendas da marca alemã era da linha TDI, e estão suspensas.
Com dieselgate, Volkswagen pode deixar de ter modelos a diesel nos EUA
O dieselgate surgiu com a denúncia de um software desenvolvido por um engenheiro da VW para burlar os testes de emissão de poluentes. Ela abriu uma investigação em diversas marcas em vários países e colocou os modelos diesel em crise, principalmente pelo impacto ambiental. Veja mais: Volkswagen: ex-engenheiro se declara culpado pelo escândalo dieselgate

Seja parte de algo grande