Nissan é acusada de utilizar software manipulador de emissões

O governo da Coreia do Sul acusou a Nissan de manipular as emissões do Qashqai movido a diesel. A marca japonesa será penalizada com multa de US$ 280 mil e recall de 814 unidades do utilitário que é importado do Reino Unido. Apesar de inicialmente restrita a Coreia, a descoberta gerou desconforto para a Nissan, que há poucos dias anunciou a compra de 34% da Mitsubishi após o anúncio das fraudes em números de consumo nos modelos vendidos no Japão desde 1991. O Ministério do Meio Ambiente da Coreia do Sul acredita que a Nissan tenha utilizado um dispositivo que desliga o sistema de redução de gases em temperatura abaixo do normal durante a condução, fornecendo dessa forma, medições diferentes em condições de teste e uso real.
Nissan é acusada de utilizar software manipulador de emissões
A Nissan contestou a conclusão e negou qualquer irregularidade. "A Nissan não tem e não emprega manobra ilegal ou dispositivo enganador em qualquer um dos carros que produz", disse em nota, acrescentando que realiza testes utilizando métodos similares aos da União Europeia.

Seja parte de algo grande

Nissan é acusada de utilizar software manipulador de emissões

Foto de: Redação