Nos 30 anos, BMW M3 mostra seus mais "diferentes" conceitos

Na lista dos sonhos de todo entusiasta, provavelmente existe alguma (ou algumas) geração do BMW M3. E30, E36, E46, E90 ou F80, todas tem seu espaço entre os melhores carros do mundo. Comemorando seus 30 anos, a BMW soltou ao mundo os conceitos mais curiosos feitos sobre o modelo que já foi a porta de entrada para quem queria um esportivo na garagem praticamente pronto para as pistas e para as ruas.
Nos 30 anos, BMW M3 mostra seus mais "diferentes" conceitos
A primeira picape M3 Em 1986, a primeira geração do M3 foi lançada sob o código E30. De tão bem desenvolvido, agradou todos os públicos, principalmente os funcionários da própria BMW. O problema é que eles precisavam de um carro para transportar mercadorias e peças de Munique para a Garching, cidade onde foi instalada a divisão Motorsports. A solução foi pegar um M3 conversível e transformá-lo em uma picape. Por conta de seus reforços estruturais, o conversível foi a melhor escolha, além de ser um dos poucos protótipos em bom estado disponível. De cara, tinha o motor "mais manso" da M3, um 2.0 com 194 cv. Mais tarde, recebeu o verdadeiro motor da linha, o 2.3 com 202 cv. Prestou serviços por 26 anos, sendo aposentado há cerca de 4 anos e restaurado.
Nos 30 anos, BMW M3 mostra seus mais "diferentes" conceitos
Um M3 para os jovens A versão Compact da Série 3 ocupou o que hoje é a Série 1. Em 1996, com base no mais barato BMW da época (que era uma mistura da geração E36 com alguns detalhes da E30, como suspensão traseira), a divisão M construiu um M3 "acessível". Recebeu todas as melhorias que um M3 "normal", inclusive o motor 3.0 de 325 cv em um corpo 150 kg mais leve. Era divertido e rápido, mas não chegou a ser produzido em definitivo. Seria como o atual M2.
Nos 30 anos, BMW M3 mostra seus mais "diferentes" conceitos
A perua dos sonhos As peruas da BMW, chamadas de Touring, surgiram após um funcionário construir a sua própria usando uma Série 3 E30 como base. Em 2000, a geração E46 já era produzida nesta carroceria e a divisão M fez o mesmo que tinha feito com a Compact: um estudo para ver a aceitação do público e imprensa. Mesmo com poucas mudanças necessárias, não chegou ao "mundo real", infelizmente.
Nos 30 anos, BMW M3 mostra seus mais "diferentes" conceitos
A segunda picape M3 Em 2011, a primeira picape M3 estava para se aposentar quando resolveram fazer mais uma para a substituição. Mas dessa vez, a brincadeira foi mais longe. Anunciada como um novo modelo, a M3 picape foi uma pegadinha de 1º de abril, inclusive com teste do "protótipo" em Nürburgring. Apenas no final, foi revelada a brincadeira e, como sua antecessora, serve como carro de carga dentro da BMW até hoje, totalmente legalizada para as ruas.

Seja parte de algo grande