Kwid vem aí: Renault Clio deixa de ser fabricado na Argentina

Kwid vem aí: Renault Clio deixa de ser fabricado na Argentina
Depois dos Chevrolet Celta e Classic, mais um "clássico" nacional começa a se despedir. O último Renault Clio saiu da linha de montagem de Córdoba, Argentina, segundo informações do site CarsDrive. Na imagem vinculadas nas redes sociais, funcionários posam com as placas "Último Clio: 549.948". Isso acontece pouco antes da apresentação oficial do Kwid, marcada para o Salão de São Paulo. Novo carro de entrada da marca, ele será feito em São José dos Pinhais (PR) para a América do Sul. Para Córdoba, irão parte da responsabilidade de abastecimento do Sandero, Sandero Stepway e Logan, hoje montado no Paraná.
Kwid vem aí: Renault Clio deixa de ser fabricado na Argentina
Enquanto a Europa já conhece a quarta geração, o Clio brasileiro ainda resiste na segunda. Vendido por aqui desde 1998, foi destaque ao oferecer na época o duplo airbag de série em todas as versões. Modelo que já chegou a ter até motor 1.6 e bom pacote de equipamentos, só é vendido com o 1.0 de 4-cilindros e 16 válvulas com itens básicos, como ar-condicionado e direção hidráulica. O Kwid chega para o substituir com diversas mudanças, principalmente estruturais, em comparação ao indiano. Quase um "mini-SUV", trará até airbags laterais da mesma forma que o Clio trouxe os dianteiros há quase 20 anos e motor de 3-cilindros. Antes, conheceremos o SUV Captur.

Seja parte de algo grande