Marca de "entrada" da VW, Skoda dá pistas sobre volta aos EUA

Longe da América do Norte desde a década de 1960, a Skoda pode estar interessada em voltar a atuar na região. Conforme antecipa o site AutoGuide, a fabricante de origem tcheca registrou no órgão de patentes dos Estados Unidos alguns dos batismos de seus modelos, incluindo as denominações Yeti, Superb e Octavia. A ação foi interpretada como indicativo de uma possível volta ao mercado norte-americano, mas pode ser também apenas uma medida de proteção dos nomes.
Marca de "entrada" da VW, Skoda dá pistas sobre volta aos EUA
Completamente diferente da Skoda que atuou nos EUA 50 anos atrás, a empresa de hoje tem admiradores principalmente na Europa e na Ásia, sendo parte do grupo Volkswagen desde 1991. O portfólio da marca é moderno e sintonizado com as demais marcas do conglomerado, sendo as últimas apostas concentradas no lançamento de SUVs (carroceria preferida dos norte-americanos). Se confirmado o rumor, a Skoda atuaria abaixo da VW, comercializando modelos mecanicamente similares a preços mais baixos.

Seja parte de algo grande

Marca de "entrada" da VW, Skoda dá pistas sobre volta aos EUA

Foto de: Dyogo Fagundes