CEO da GM, Mary Barra foi cotada para ser vice na chapa de Hillary Clinton

CEO da GM, Mary Barra foi cotada para ser vice na chapa de Hillary Clinton
Lista de emails vazada nesta semana pelo WikiLeaks confirma que a equipe de campanha da candidata Hillary Clinton estava de olho em um nome forte da indústria automobilística para ocupar o cargo de vice-presidente na chapa democrata. Conforme revela a publicação, Mary Barra, atual CEO da General Motors, foi um dos quadros mais cotados para preencher a vaga, juntamente como outras mulheres como a senadora Elizabeth Warren e Melinda Gates. A postura de liderança da executiva foi apontada como principal característica positiva.
CEO da GM, Mary Barra foi cotada para ser vice na chapa de Hillary Clinton
Barra está na GM desde 1980 e iniciou sua carreira na companhia como estagiaria na extinta Pontiac quando tinha apenas 18 anos - seu pai foi fabricante de moldes na marca por 39 anos. Engenheira elétrica formada pela Universidade de Kettering, passou por vários cargos de engenharia e de gestão, chegando a ser vice-presidente sênior de operações globais e vice-presidente de recursos humanos globais. Em 2014 foi nomeada CEO e se tornou a primeira e até agora única mulher no mundo a dirigir uma grande montadora. A título de informação, o nome escolhido para ser companheiro de campanha de Hillary foi o de Tim Kaine, ex-governador e atualmente senador pelo estado da Virgínia. Fotos: divulgação 

Seja parte de algo grande

CEO da GM, Mary Barra foi cotada para ser vice na chapa de Hillary Clinton

Foto de: Dyogo Fagundes